UOL Notícias Internacional
 

25/11/2004

Republicano vence com vantagem de 1% de 1%

The New York Times
Sarah Kershaw

Em Seattle
A eleição já foi incrivelmente disputada, mas a recontagem dos votos da corrida para o governo do Estado de Washington revelou um resultado que é praticamente um empate: o republicano Dino Rossi, que foi declarado vencedor na semana passada, com uma vantagem de 261 votos, venceu na recontagem por uma diferença de apenas 42 votos, em um universo de três milhões de votantes.

Mas a bizarra disputa estava longe de ser decidida aqui na quarta-feira (24/11), já que parecia certo que os democratas exigirão uma tediosa e cara terceira recontagem, desta vez manual,

É provável que os democratas exijam uma recontagem manual em pelo menos alguns, ou até mesmo em todos, os 39 condados do Estado, insistindo que a diferença no resultado da votação --48,8717% a 48,8702%-- foi demasiadamente estreita para que a sua candidata, a procuradora-geral de Washington, Christine Gregoire, 57, reconhecesse publicamente uma derrota.

Esta foi de longe a disputa com o resultado mais próximo a um empate na história do Estado de Washington.

"Acompanho eleições há 33 anos, e estou perplexo", disse o secretário de Estado de Washington, Sam Reed, na tarde desta quarta-feira, em uma entrevista coletiva à imprensa em Olympia, capital do Estado. "Quando me apresentaram esse resultado, tenho que admitir que fiquei chocado. Estamos falando de uma diferença percentual tão diminuta que chega a ser quase inacreditável".

Uma ríspida discussão entre os dois partidos, que já chegara aos tribunais devido à contagem dos votos no condado de King, majoritariamente democrata, teve início segundos após o resultado final da recontagem de três dias ser anunciado na tarde da quarta-feira.

Os democratas dizem que a estreita margem é um sinal seguro de que as urnas eletrônicas não são infalíveis, e os republicanos acusaram os democratas de conspirarem para tumultuar o processo e de terem exigido a recontagem apenas nos condados que são seus redutos eleitorais.

"O mais importante é que o povo acredite que o seu governador foi eleito de forma crível", afirma Kirstin Brost, porta-voz do Partido Democrata em Washington. "O povo precisa confiar no processo. Se estivéssemos falando de uma diferença de 5.000 votos, a história seria diferente, mas o que temos aqui é uma diferença de menos de um centésimo de 1%".

Rossi, 45, um agente imobiliário e ex-senador estadual, está em férias, mas vários membros da sua equipe de transição participaram de uma coletiva de imprensa na tarde da quarta-feira, em frente ao comitê eleitoral do candidato, em Bellevue, a leste de Seattle.

"Os votos foram contados duas vezes", diz Kathy Lambert, parlamentar do condado de King. "Sabemos muito bem quem ganhou".

J. Vander Stoep, chefe da equipe de transição de Rossi, disse: "Muitos advogados, de ambos os partidos, estão comprando passagens de avião ou já estão aqui. Será que vamos soltá-los? Essa é a decisão a ser tomada por Christine Gregoire. Ela terá que decidir se transforma isto aqui em uma segunda Flórida, ou se diz que duas contagens bastam".

A vitória de Rossi por 261 votos na semana passada, ocorrida duas semanas após a eleição presidencial e adiada pela contagem de centenas de milhares de votos feitos por correio, gerou automaticamente um clamor pela recontagem eletrônica, segundo as leis eleitorais de Washington.

Qualquer partido político pode exigir uma recontagem eletrônica ou manual, mas o partido precisa arcar com as despesas, estimadas em US$ 700 mil se todos os 39 condados de Washington forem incluídos na recontagem manual, que custa 25 centavos por urna.

No entanto, caso essa recontagem, ainda que seja feita em apenas um condado, modificar o resultado da eleição, fazendo de Gregoire a vencedora, então, segundo a lei estadual, Reed terá que solicitar outra recontagem final e em todo o Estado. Tal recontagem seria paga pelo Estado, disse Reed na quarta-feira. Ele disse que segundo a legislação estadual ele não tem permissão para negar um pedido de recontagem, embora nos condados esse processo só possa ser levado a cabo duas vezes.

Dependendo do que decidam os democratas, a próxima contagem poderá se arrastar por semanas, ainda que Reed tenha dito que ele e o atual governador, Gary Locke, um democrata que decidiu no ano passado não voltar a concorrer ao cargo, reconheceriam Rossi como governador eleito na terça-feira. Os partidos têm até três dias após o reconhecimento oficial para solicitarem uma recontagem.

O resultado da eleição e da recontagem causou alvoroço em Washington, que possui vários sistemas de votação, incluindo cartões perfuráveis e escaneadores óticos, porque se esperava que Gregoire ganharia facilmente e ainda porque os eleitores do Estado não enviam um republicano para a mansão oficial do governador desde 1980. Disputa para o governo de Washington deverá ter nova recontagem Danilo Fonseca

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,31
    3,266
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,60
    62.662,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host