UOL Notícias Internacional
 

09/12/2004

Tropas no Iraque pressionam Donald Rumsfeld

The New York Times
Eric Schmitt

Em Campo Buehring, Kuait
O secretário de Defesa, Donald H. Rumsfeld, veio até aqui nesta quarta-feira (08/12) para liderar uma reunião e levantar o moral das tropas a caminho do Iraque. Em vez disso, ele se viu na defensiva, recebendo perguntas incisivas de soldados que se queixavam dos veículos velhos que careciam de blindagem contra bombas de estrada.

Rumsfeld, aparentando ter sido pego desprevenido pelo forte questionamento, respondeu que as forças armadas estão produzindo blindagem extra para os jipes Humvee e caminhões o mais rapidamente possível, mas que os soldados terão que lidar com a escassez de equipamento. "Você vai à guerra com o armamento que dispõe, não com o armamento que queria ou gostaria de ter", disse ele.

O especialista Thomas Wilson, um batedor da unidade da Guarda Nacional do Tennessee que deverá partir para o Iraque nesta semana, foi o primeiro a se manifestar, dizendo que os soldados precisam revirar aterros locais em busca de pedaços de metal enferrujado e vidro à prova de balas --o que chamam de "blindagem caipira"-- para fixar em seus caminhões.

"Por que não temos estes recursos prontamente disponíveis?" perguntou Wilson para Rumsfeld, provocando aplausos e vivas de muitos dos 2.300 soldados reunidos em um hangar cavernoso daqui para o encontro com o secretário.

Poucos minutos depois, um soldado da 116ª Brigada de Cavalaria Blindada da Guarda Nacional de Idaho perguntou a Rumsfeld o que ele e o Exército estavam fazendo para "resolver a escassez de equipamento e o equipamento antiquado" que afetará os soldados da Guarda Nacional que estão a caminho do Iraque.

O secretário de Defesa pareceu desconcertado com a pergunta e um murmúrio começou a se espalhar pelas fileiras antes dele o silenciar. "Calma, calma", disse ele. "Raios, eu sou um velho, é cedo e estou reunindo meus pensamentos aqui."

Rumsfeld, 72 anos, disse que todas as organizações dispõem de equipamento, material e peças sobressalentes de idades diferentes, mas expressou confiança de que os líderes do Exército estavam destinando o melhor e mais recente equipamento para as tropas a caminho do combate e que mais precisavam.

Além disso, disse ele, aumentar a blindagem dos caminhões e o equipamento de combate não os tornariam inatingíveis pelo ataque inimigo. "Se você pensar a respeito, você dispõe de toda a blindagem do mundo em um tanque, e um tanque pode ser explodido", disse ele. "E você pode ter um jipe Humvee com blindagem adicional e ele pode ser explodido."

O porta-voz do Pentágono, Lawrence Di Rita, falando em Washington nesta quarta, após a sessão no Kuwait, disse que as forças armadas estão produzindo no momento 450 jipes Humvee blindados por mês, em comparação com apenas 15 por mês no outono de 2003, quando a ameaça de bombas em estrada começou a aparecer. Ele também disse que três entre quatro Humvees nas zonas de guerra são blindados, e que os veículos não blindados são utilizados em operações de apoio, dentro das bases.

Foi difícil avaliar a amplitude e gravidade dos problemas de equipamento citados pelos dois soldados e por vários outros em entrevistas após a aparição de Rumsfeld. Um alto oficial da unidade de Wilson, o coronel John Zimmerman, disse posteriormente que 95% dos mais de 300 caminhões da unidade possuíam blindagem insuficiente.

Altos generais do Exército disseram aqui que não estavam cientes de escassez disseminada de equipamento e insistiram que todos os veículos que estão partindo rumo norte a partir desta área de preparação, a 19 quilômetros da fronteira sul do Iraque, possuem blindagem adequada.

"Não é questão de dinheiro ou desejo", disse o general de exército R. Steven Whitcomb, o comandante das forças do Exército no Golfo Pérsico, para as tropas após Rumsfeld ter lhe pedido para responder a pergunta de Wilson. "É uma questão de logística de capacidade de produção." Secretário de Defesa ouve queixas sobre falta de equipamento George El Khouri Andolfato

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,59
    3,276
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -1,54
    61.673,49
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host