UOL Notícias Internacional
 

12/03/2005

Réu foge após matar três em tribunal de Atlanta

The New York Times
Shaila Dewan

Em Atlanta, Geórgia
Um homem que estava sendo julgado por estupro matou o juiz, a estenógrafa do tribunal e um policial na sexta-feira (11/03), segundo os policiais. O ataque na corte paralisou o centro de Atlanta durante grande parte do dia, enquanto as autoridades tentavam, sem sucesso, pegar o fugitivo.

Ao fazer sua escapada, o sujeito roubou uma série de carros, iniciando uma caçada que se estendeu para vários Estados.

O suspeito, identificado como Brian Nichols, 33, usou a arma da policial Cynthia Hall, que ficou em seriamente ferida depois de lutar com ele. O juiz da Corte Superior Rowland Barnes foi morto, além da estenógrafa Julie Brandau, que o jornal "The Atlanta Journal-Constitution" disse ter 43 anos de idade, e o policial Hoyt Teasley.

A matança levou as autoridades a isolar o centro da cidade, evacuarem o Tribunal do Condado de Fulton, onde ocorreram as mortes, e trancar escolas em três condados. Advogados e funcionários do tribunal, em prantos, descreveram o caos que se seguiu aos tiros. Policiais de armas em punho afastavam as pessoas.

Lillie Robbins, jurada de outro caso, disse que tinha acabado de passar pela segurança do tribunal quando viu um grupo de policiais seguindo o suspeito. "Eles saíram correndo do elevador", disse ela. "E gritavam: 'Saiam, saiam, saiam do prédio!'"

O drama gerou dúvidas quanto à segurança no tribunal, em parte porque Nichols, com 1m85 e 90 kg, tinha sido pego com duas facas improvisadas no sapato há dois dias e em parte porque, aparentemente, estava sendo escoltado por apenas uma policial.

O incidente ocorreu em um momento de grande atenção à segurança dos juristas, depois do assassinato do marido e da mãe de uma juíza federal em Chicago na semana passada, por um homem cujo caso estava sendo analisado em seu tribunal. O suspeito, mais tarde, cometeu suicídio.

Perto das 9h, Nichols foi levado da sala de detenção, em uma parte do tribunal, para uma pequena sala no oitavo andar, para que pudesse trocar de roupa e tirar o uniforme da prisão antes de se apresentar na corte. Esta fica no mesmo andar, mas em uma ala mais antiga do prédio, disse um funcionário do tribunal.

O réu foi escoltado pela policial Hall, de acordo com o delegado Alan Dreher do Departamento de Polícia de Atlanta. Os réus no Condado de Fulton, como em outras jurisdições, não aparecem no tribunal com uniformes da prisão ou algemas, para evitar a imagem de presos e culpados diante júri, mas o delegado Dreher disse que os investigadores não sabiam o momento exato em que as algemas de Nichols tinham sido removidas ou onde se iniciou a luta pela arma.

Depois de bater na policial e tomar sua pistola, "o suspeito forçou a entrada no tribunal e apontou a arma para todos os presentes", disse o delegado Dreher em conferência com a imprensa na porta da prefeitura. "Ele então atirou e matou o juiz e a estenógrafa e fugiu."

A policial Hall, descrita como veterana em serviço há 16 anos, teve um corte profundo na testa, fraturas faciais e traumatismo craniano, de acordo com um cirurgião do Hosptial Memorial Grady, onde foi atendida.

Cerca de uma dúzia de pessoas estava no tribunal para um processo civil, depois do qual haveria o julgamento de Nichols. Os promotores estavam preparando-se para questioná-lo sobre o estupro, no qual Nichols é acusado de amarrar sua namorada com fita adesiva e mantê-la refém por dois dias, enquanto abusava sexualmente dela.

Um julgamento anterior terminou sem a decisão do júri. Desta vez, entretanto, advogados que participaram do tribunal disseram que os promotores fizeram uma apresentação mais forte.

Nichols aparentemente concordou. "Ontem, ele olhou para mim e disse: 'Vocês estão trabalhando bem melhor'. Acho que, em sua cabeça, sabia que seria condenado", disse Gayle Abramson, promotora, em uma conferência com a imprensa. Acusado de estupro obtém arma e atira em juiz, auxiliar e policial Deborah Weinberg

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,32
    3,157
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    0,56
    63.760,62
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host