UOL Notícias Internacional
 

12/05/2005

Pai é acusado de matar a filha no dia das mães

The New York Times
Jodi Wilgoren

Em Waukegan, Illinois
Começou, segundo as autoridades, quando Laura Hobbs, de 8 anos, retirou US$ 40 (cerca de R$ 100) da bolsa da mãe dela, neste mês. Terminou, segundo alegam, com o pai dela espancando de maneira viciosa, até a morte, a pequena Laura e a coleguinha dela que veio em ajuda.

O pai é Jerry B. Hobbs, 34 anos, criminoso de carreira que havia voltado ao convívio da família dele, após ter sido libertado apenas algumas semanas antes desse massacre, que ocorreu no Dia das Mães. Ele foi preso sem direito a fiança, após breve audiência em Waukegan, nesta quarta-feira (11/05).

Jeffrey Pavletic, assistente de procurador-chefe aqui em Lake County, disse ao juiz que Laura foi apunhalada 20 vezes e a amiga dela de 9 anos, Krystal Tobias, 11 vezes.

"Você pode ver pelos ferimentos impostos a esses indivíduos a quantidade de raiva que foi manifestada", Pavletic disse após a audiência, em que ele descreveu as feridas no pescoço de Laura como profundas, a ponto de a lâmina da faca ter entrado de 10 a 15 centímetros na espinha dela. "Foi um massacre de duas garotas."

Jerry Hobbs, com tornozelos e punhos amarrados, abaixou e balançou a cabeça enquanto Pavletic citava as próprias declarações assinadas e gravadas feitas pelo suspeito, pintando um retrato tenebroso de disciplina paterna aplicada de modo distorcido.

Segundo Pavletic, Hobbs disse aos investigadores que estava furioso com a mãe de Laura, Sheila Hollabaugh, que havia retirado o castigo imposto pelo dinheiro roubado --deixou a menina sair do quarto e ir brincar do lado de fora da casa.

Foi então que o pai trouxe Laura, no final do domingo à tarde, do Park Beulah, densamente arborizado, para perto de sua casa em Zion, Illinois. Quando Laura se recusou a seguir com o pai, segundo o promotor, Hobbs a atingiu duas vezes no rosto, derrubando a menina.

Segundo as autoridades, Hobbs disse que aí Krystal surgiu para socorrer a amiga, e que teria mostrado o que ele definiu como uma faca descascadora de batatas, e que depois ele derrubou Krystal, pegando a faca e repetidamente atingindo pescoços e abdomens das duas meninas.

Pavletic e Michael Waller, que é o principal procurador de Lake County, disseram não acreditar que a faca, que não foi encontrada, realmente pertencia a Krystal.

Hobbs se tornou um suspeito horas depois de ele ter notificado a descoberta dos corpos das meninas, com os rostos escoriados e ensanguentados, na floresta, no começo da manhã de segunda-feira.

Ele se incriminou porque disse à polícia que não havia se aproximado dos cadáveres, e que só teria ficado a mais de seis metros dos corpos. Apesar disso, ele soube descrever os ferimentos em minúcias. Segundo a polícia, homem também teria atacado amiga da garota Marcelo Godoy

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    -0,54
    3,265
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    1,36
    64.085,41
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host