UOL Notícias Internacional
 

30/06/2005

Projeto que substitui WTC é radicalmente alterado

The New York Times
David W. Dunlap e Glenn Collins

Em Nova York
O governador de Nova York George E. Pataki e o prefeito da cidade Michael R Bloomberg revelaram um projeto radicalmente diferente nesta quarta-feira (29/6) para a Torre da Liberdade, que ocupará o local dos atentados de 11 de setembro de 2001: um arranha-céu de 77 andares, com fachada de vidro, que ficaria em cima de um pedestal quase impermeável de 60 metros de concreto e aço, coberto de metais ornamentados, com vista para o memorial em homenagem aos que morreram no World Trade Center.

Skidmore, Owings & Merrill/The New York Times 
Projeto prevê que a Torre da Liberdade poderá resistir até a atentados a bomba
A reformulação foi feita em questão de semanas, depois de um episódio embaraçoso em que o Departamento de Polícia de Nova York considerou a primeira versão da Torre da Liberdade vulnerável demais a um ataque por carro ou caminhão-bomba.

Com o novo projeto, os primeiros 60 metros do prédio só abrigariam o lobby. Além disso, o prédio ficaria 12 metros mais distante da rota 9A/West Street, uma via de grande tráfego. Muitas de suas janelas seriam temperadas, laminadas e em várias camadas, para fornecerem maior proteção contra explosões.

O comissário de polícia, Raymond W. Kelly, disse em declaração após a divulgação que "o novo desenho fornece uma proteção contra de explosão consistente com o relatório do Departamento de Polícia de NY para a Torre da Liberdade e adequado à ameaça" descrita pelas diretrizes de segurança federais.

Apesar de ter sido desenhada pelo mesmo arquiteto, David M. Childs, da Skidmore, Owings & Merrill, a Torre da Liberdade apresentada na quarta-feira é completamente diferente da versão que capturou a atenção mundial quando foi revelada, em 2003, e tornou-se a nova imagem do local do atentado.

Foram-se a forma retorcida e a espiral assimétrica lembrando a Estátua da Liberdade, o piso em paralelogramo e a superestrutura de cabos com turbinas produzindo energia.

Em seu lugar está uma estrutura cuja escala, proporções e detalhes --uma antena central, lados cortados e uma fachada listrada-- evocam as torres gêmeas perdidas no dia 11 de setembro de 2001. O telhado da Torre da Liberdade teria a mesma altura da torre 2 do World Trade Center (415m) e o parapeito do telhado teria a altura da torre 1 (417m). A antena chega a 541m.

Usando um salão elegante em Wall Street para fazer seu anúncio, as autoridades e o incorporador, Larry A. Silverstein, declararam que assim nasceu um prédio melhor, ainda cheio de simbolismo emocionante, mas mais seguro.

"Acho que será muito seguro", disse Pataki. De fato, disse que se um de seus filhos fosse contratado por um escritório na Torre da Liberdade, ele ficaria tranqüilo com sua segurança. A nova Torre da Liberdade deverá ser menos vulnerável a atentados Deborah Weinberg

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    15h49

    -0,13
    3,164
    Outras moedas
  • Bovespa

    15h50

    2,17
    70.125,19
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host