UOL Notícias Internacional
 

25/09/2005

Nova estratégia para aposentados: gaste mais no início e reduza depois

The New York Times
Ilana Polyak

Em Nova York
Quanto você pode retirar mensalmente de seu pecúlio de aposentadoria sem perigo de mais tarde ficar sem dinheiro? Não muito, é o conselho padrão e conservador de muitos assessores financeiros.

Eles costumam dizer que as pessoas que se aposentam aos 65 anos podem retirar com segurança apenas cerca de 4% de suas carteiras de investimentos por ano, além do ajuste da inflação. Nessa base, a retirada inicial de um pecúlio de US$ 1 milhão seria de apenas US$ 40 mil.

Mas alguns especialistas estão causando polêmica ao sugerir que talvez seja mais sensato retirar quantias maiores nos primeiros anos da aposentadoria.

Por exemplo, Ty Bernicke, um planejador financeiro de Eau Claire, Wisconsin, diz que os aposentados geralmente gastam menos conforme envelhecem, por isso é racional que eles gastem mais nas primeiras fases da aposentadoria.

As conclusões de Bernicke, que se baseou em dados da Pesquisa de Gastos do Consumidor do Departamento de Estatísticas do Trabalho de 2002, foram publicados em junho em "The Journal of Financial Planning" (www.fpanet.org/journal/articles/2005_Issues/jfp0605-art7.cfm).

Os gastos em praticamente todas as categorias, de habitação a vestuário e entretenimento, diminuem com a idade, conforme os dados. A única categoria em que os gastos aumentam com a idade é tratamentos de saúde, ele disse. "É quase um cabo de guerra entre a inflação empurrando os custos para cima e a natureza humana puxando-os para baixo", disse Bernicke.

As pessoas com mais de 75 anos gastam 26% menos, em média, que as da faixa de 65 a 74 anos. E quanto maior a diferença de idade maior a diferença em gastos: as pessoas com mais de 75 gastam 46% menos que as de 55 a 64, e 51% menos que as de 45 a 54. "A maior parte dos planejamentos de aposentadoria hoje assume que a pessoa manterá o mesmo estilo de vida por toda a vida", disse Bernicke. "Mas conforme a idade aumenta os gastos diminuem."

George e Kathy Magaw, ambos com 59 anos e clientes de Bernicke, esperam gastar menos com o passar dos anos, disse George. Ele decidiu se aposentar cedo de seu emprego como gerente de treinamento numa fábrica no final de 2006, quando terá 61 anos; Kathy não está empregada. Magaw pretende passar o tempo em seu barco de pesca e fazendo excursões de caça em regiões remotas de Wisconsin. O casal também pretende visitar os netos em Wisconsin e em Connecticut.

"Vou acabar gastando um pouco mais no começo", disse Magaw, mas o período de maiores gastos deverá ser relativamente curto. "Serão apenas os primeiros dois ou três anos", ele disse. Então deverá reduzir gradualmente os gastos em coisas como viagens e entretenimento -- para compensar os aumentos em tratamentos de saúde.

O conselho tradicional que recomenda uma retirada inicial de 4% se baseia em várias suposições. Para compensar a inflação, o índice de retirada aumentaria 3% ao ano. Alguém com um pecúlio de US$ 1 milhão poderia tirar US$ 40 mil no primeiro ano e US$ 41.200 no segundo, por exemplo.

O pecúlio geralmente seria investido pelo menos 50% em ações --como proteção contra a inflação-- e o restante em investimentos em renda fixa e dinheiro líquido. A abordagem se baseia em estudos de avaliação de risco usando todos os tipos de exemplos hipotéticos de retorno de mercado. Os índices de retirada visam deixar o mínimo de probabilidade de a pessoa ficar sem dinheiro.

"Nossa premissa é que se esses US$ 40 mil devem ter o mesmo poder aquisitivo para o resto da vida precisamos inflá-los", disse Christine Fahlund, planejadora de financiamento sênior na T. Rowe Price Associates, uma firma de administração de capitais em Baltimore, que defende esse método. "Estamos supondo que a inflação faz parte da vida." O método da T. Rowe Price supõe uma aposentadoria de 40 anos. Bernicke supõe uma de 30 anos.

Para Bernicke, um casal que gaste US$ 40 mil em seu primeiro ano de aposentadoria talvez não precise gastar tanto quando tiver 80 anos ou mais. As pessoas de 75 anos ou mais gastam em média US$ 674 por ano em roupas e serviços, por exemplo, enquanto as de 65 a 74 gastam o dobro, segundo a pesquisa de consumo que ele utilizou. A faixa de 75 ou mais gasta em média US$ 896 por ano em entretenimento, comparados com US$ 1.371 para a faixa de 65 a 74.

Segundo seus cálculos, um casal de 55 anos no primeiro ano de aposentadoria, com gastos de US$ 60 mil, poderia retirar seguramente essa quantia de uma carteira de US$ 1 milhão -- um índice de retirada inicial de 6%. Eles não ficarão sem dinheiro desde que reduzam seus gastos mais tarde, segundo o padrão revelado na pesquisa, disse Bernicke.
"É claro que depende da combinação de ações e títulos na carteira da pessoa", ele disse. "Mas o índice de retirada de 6% é bastante realista." Segundo ele, esse índice pode variar por causa de muitos fatores, incluindo o nível de gastos do aposentado e o tamanho do pecúlio.

Outros defendem gastos mais livres na aposentadoria, mas por outros motivos. Na edição de outubro de 2004 de "The Journal of Financial Planning", Jonathan Guyton, um planejador da Cornerstone Wealth Advisors em Minneapolis, defendeu um índice de retirada inicial de até 6%, segundo suas conclusões de um estudo de retornos de mercado de 1973 a 2003. Guyton descobriu que uma pessoa que se aposentou em 1973, em pleno mercado urso com inflação muito alta, poderia ter suportado uma taxa de retirada inicial de 6,2% durante 40 anos com um pecúlio formado por 80% de ações. Um pecúlio com 65% de ações poderia ter suportado um índice de retirada de 5,8%, e um com 50% de ações teria suportado um índice de 5,4%.

"A diferença entre o índice de 4% ou 5% pode ser a diferença entre alguém que leva seus netos para viajar nas férias ou não", disse Guyton. "Geralmente são os últimos US$ 10 mil que dão qualidade à 'qualidade de vida'."

Para tirar mais de 4% no primeiro ano, segundo Guyton, os investidores precisam seguir algumas regras. Para gerar renda, eles devem sempre vender as ações em alta antes dos títulos ou das ações em baixa. Eles não podem superar 6% ao ano em sua retirada, mesmo que o índice de inflação seja maior que 6%. E não são permitidos aumentos imediatamente depois de um ano de perdas nos investimentos. A pesquisa de Guyton pode ser lida em www.fpanet.org/journal/articles/2004_Issues/jfp1004-art6.cfm.

É claro que as idéias de Bernicke e Guyton foram vistas com ceticismo por muitos planejadores, que temem que os custos médicos possam aumentar tão rapidamente que estraguem um plano bem construído.

O custo dos remédios, por exemplo, aumentou mais de três vezes acima da inflação, segundo dados da AARP, uma organização que faz lobby para americanos idosos. Os custos de enfermagem em casa, enquanto isso, aumentaram 6% ao ano, segundo pesquisas da companhia de seguros Metropolitan Life.

Para se proteger desses gastos, Bernicke aconselha que os aposentados comprem apólices de seguro, mas muitos planejadores dizem que as pessoas precisam poupar mais e retirar menos.

"Eu prefiro uma estimativa da distribuição mais conservadora", disse Stephanie Hancock, da Hancock Wealth Advisory em Los Angeles. "Eu não posso voltar e dizer: 'Puxa, você não devia ter tirado tanto dinheiro nos últimos anos', se alguém não tem o suficiente." Ela também duvida da suposição de que as pessoas vão reduzir os gastos ao se aposentar. "Você tem muito mais tempo livre", ela disse. "Na verdade poderia gastar mais."

E Bernicke, que tem 30 anos, disse que está poupando furiosamente para sua aposentadoria. Ele aconselha os outros a poupar o máximo possível em seus anos produtivos e não pensar que poderão gastar uma grande parte do pecúlio logo depois da aposentadoria. Não é uma boa idéia "para jovens que estão começando a poupar", ele disse. Pesquisa mostra que os gastos diminuem com o envelhecimento Luiz Roberto Mendes Gonçalves

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,95
    3,157
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h28

    -1,26
    74.443,48
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host