UOL Notícias Internacional
 

07/10/2005

Ameaça de terrorismo deixa Nova York em alerta

The New York Times
William K. Rashbaum*

Em Nova York
A segurança no metrô de Nova York foi grandemente reforçada na quinta-feira (06/10), depois da notificação pelas autoridades federais em Washington de que uma ameaça terrorista pela primeira vez citou como alvo o sistema de trânsito da cidade.

As medidas foram anunciadas pelo prefeito Michael R. Bloomberg, junto com o comissário de polícia Raymond W. Kelly e o diretor do escritório do FBI de Nova York, Mark J. Merson.

Uma operação conjunta do FBI e CIA no Iraque foi feita na quinta-feira para deter a ameaça. Segundo membros do governo que falaram sob condição de anonimato, a operação terminou com a prisão de duas pessoas. Eles disseram que uma terceira estava sendo procurada.

Algumas autoridades em Washington, em entrevistas na quinta-feira à noite, minimizaram a natureza da ameaça. Um porta-voz do Departamento de Segurança Interna descreveu-a como "específica, mas pouco confiável" e um agente de combate ao terrorismo disse que os detalhes não puderam ser confirmados.

Segundo as autoridades, a ameaça foi revelada no último final de semana de uma fonte de inteligência que disse que três homens no Iraque planejavam reunir-se com outros agentes em Nova York. Um membro do governo disse que o grupo seria de uma dúzia; outro disse que seria mais perto de 20.

Os homens planejavam usar carrinhos de bebê, valises e pacotes para esconder bombas que seriam detonadas no metrô. "Era uma conspiração envolvendo mais de uma dúzia de pessoas que levariam mecanismos explosivos ao metrô", disse um agente do governo.

O ataque poderia acontecer já na sexta-feira, disse uma autoridade, enquanto outra apontou para o meio do mês.

"Esse dado resultou de operações que acontecem o tempo todo. Temos que procurar outras pessoas para corroborar essa informação", disse um agente.

Em conferência com a imprensa à noite, Bloomberg procurou informar os nova-iorquinos sem alarmá-los. Ele disse que apesar da ameaça não ter sido corroborada, era específica o suficiente para suscitar resposta imediata e ampla.

"Foi mais específica quanto ao alvo e mais específica quanto à época. Algumas das fontes tinham informações que nos fazem pensar que não é o tipo de ameaça que aparece todos os dias", disse Bloomberg. Ele acrescentou que planejava continuar usando o metrô.

Enquanto falava, milhares de policiais estavam se espalhando pelo sistema de trânsito, alguns fazendo hora extra.

Será designado um policial para cada estação de metrô, e o Departamento de Polícia vai aumentar significativamente o número de patrulhas uniformizadas e à paisana, disse Kelly. Haverá mais homens nos trens e em cada um dos túneis de metrô que passam debaixo dos rios da cidade.

Também serão intensificadas as revistas a bolsas, disse Kelly, com um foco em valises, malas e outros pacotes e contêineres.

As buscas não ocorrerão só no metrô, mas também em ônibus e barcas. O Departamento de Polícia coordenou um aumento no policiamento da Autoridade Portuária de Nova York e Nova Jersey, além do New Jersey Transit, Amtrak e a Metropolitan Transportation Authority.

Bloomberg, Kelly e Merson não quiseram discutir os eventos no Iraque, chamando as informações de sigilosas.

Membros do combate ao terrorismo em Washington disseram que as informações que receberam nesta semana eram altamente específicas, incluindo detalhes sobre o possível uso de valises e explosivos escondidos em carrinhos de bebê.

Essa informação, além da preocupação mais geral com a possibilidade de terroristas tentarem imitar o modelo de junho em Londres, causou preocupação imediata, disseram as autoridades.

Um membro do governo disse que as investigações sobre a ameaça não "puderam corroborá-la ou verificá-la por fontes externas."

Russ Knocke, porta-voz do Departamento de Segurança Interna, disse que a credibilidade da ameaça ainda não tinha sido determinada. Ele disse que o departamento "recebeu dados de inteligência em relação a uma ameaça específica, mas pouco plausível ao sistema de metrô de Nova York".

Knocke acrescentou: "A comunidade de inteligência concluiu que essa informação é de credibilidade duvidosa", acrescentando: "Não há planos para alterar o nível de alerta nacional ou o nível de ameaça à cidade de Nova York."

Ele não quis falar mais sobre o conteúdo da ameaça ou sua origem.

Desde os ataques de 11 de setembro, acontece de a polícia municipal e federal reagirem de forma diferente a ameaças similares, em parte por causa dos diferentes papéis das agências. O departamento de polícia de Nova York, por exemplo, é responsável por proteger a cidade e seu metrô e por isso deve agir mais rapidamente.

A principal missão das autoridades federais de combate ao terrorismo, por outro lado, é impedir os complôs e apreender terroristas suspeitos -o que pode ser dificultado quando as informações se tornam públicas.

No entanto, na quinta-feira, autoridades federais e municipais estiveram lado a lado em Nova York e pareciam transmitir mensagem similar. Sobre as informações no Iraque, uma autoridade disse: "Basta dizer que era suficientemente plausível para nós estarmos trabalhando muito duro e muito diligentemente em torno do mundo dia e noite."

"Algumas vezes, aparece um plano incrivelmente detalhado que acaba não sendo nada, e algumas vezes aparece algo vago que acaba sendo real. Não se pode saber antes de passar pelo processo, e estamos fazendo isso agora."

William A. Morange, diretor de segurança da autoridade de trânsito, que é membro de uma força tarefa de combate ao terrorismo da cidade, foi informado há vários dias da ameaça, disse Tom Kelly, um porta-voz.

"Fomos informados de todos os desdobramentos desde o início da semana", disse ele.

*Colaboraram David Johnston e Eric Plipton, em Washington e Sewell Chan em Nova York. Militares dos EUA prendem no Iraque 2 supostos envolvidos com ato Deborah Weinberg

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host