UOL Notícias Internacional
 

20/10/2005

Rede NBC quer a sua velha noite favorita de volta

The New York Times
Bill Carter

Em Nova York
A NBC, que costumava ser dona da noite de quinta-feira, agora se vê para trás. A noite que definiu o domínio da NBC no horário nobre por duas décadas é hoje território da CBS. Esta por fim conquistou também o horário das 22h entre o único público com que a NBC se importa --adultos na faixa de 18 e 49 anos-- com seu policial "Without a Trace" ultrapassando o mais potente drama da última década, "ER".

Esta mais recente derrota na quinta-feira pode fazer a NBC agir. Seus executivos vêm pensando em modificar a programação, inclusive voltar a ocupar o horário com séries cômicas. Isso quase certamente envolveria a medida arriscada de transferir a comédia "My Name is Earl", o ponto luminoso da NBC desta temporada, de terça para quinta-feira, talvez já em janeiro.

Kevin Reilly, presidente da NBC Entertainment, quando questionado sobre a transferência de "Earl", disse: "Tudo é possível nesta altura." Na última temporada, a NBC perdeu o público da noite de quinta-feira em geral em todas as categorias pela primeira vez desde que começou a transmitir "The Cosby Show", em 1984.

Mas "ER" continuou vencedor neste período. Nesta temporada, a CBS passou a dominar todos os horários --enquanto a NBC ficou em segundo lugar.

Vencer na noite de quinta-feira significa ganhar dinheiro. De longe, é a maior noite para propaganda na televisão. Muitos anunciantes que precisam vender no final de semana --produtores de cinema, fabricantes de automóveis e lanchonetes-- pagam mais para chegar aos consumidores na noite de quinta-feira, a última grande noite da televisão antes do início do final de semana.

Leslie Moonves, diretor executivo da CBS, disse na última primavera que o controle da noite de quinta-feira significaria centenas de milhões de dólares em renda para a rede. Na quarta-feira, ele disse que a estratégia tinha funcionado para a CBS, acrescentando cerca de US$ 400 milhões (em torno de R$ 880 milhões) a mais em receita neste ano.

"Quem teria acreditado que íamos ganhar em todos os horários das noites de quinta-feira?" disse Moonves pelo telefone.

A popularidade da atual programação da NBC --"Joey", "Will & Grace", "The Apprentice" e "ER"-- caiu vertiginosamente neste outono.

Agora, a NBC foi compelida a agir. As questões são quando e com o quê? "Nunca pretendi ficar parado toda a temporada com o que tínhamos", disse Reilly em entrevista telefônica na terça-feira. "Elevar a quinta-feira continua sendo a prioridade número um da rede. Definitivamente é o centro das atenções."

Reilly não quis indicar quais seriam as possíveis mudanças, mas admitiu considerar a transferência de "My Name Is Earl", especialmente se a NBC decidir ocupar a noite de quinta-feira com comédias, sua força nos bons tempos.

"Earl", a nova série cômica, traz Jason Lee no papel de um ex-criminoso de pequenos delitos tentando corrigir todos seus erros do passado. O programa surpreendeu muitos na indústria tornando-se sucesso instantâneo nas noites de terça. "My Name Is Earl" já é a principal série cômica da televisão na faixa de 18 a 49 anos.

A NBC está acostumada a ter as mais populares comédias da televisão, mas antes eram nas noites de quinta-feira. Isso, é claro, está gerando as especulações de que a NBC transferirá a série.

Entretanto, qualquer transferência de uma série nova é arriscada. O índice de popularidade de "Earl", apesar de impressionante, ainda parece um pouco frágil para alguns, especialmente para os competidores da NBC.

Reilly admitiu os riscos. "Muitas vezes você pode fazer uma mudança e sair perdendo", disse ele.

E as comédias, em geral, devem ser avaliadas aos pares. A NBC está tendo resultados heterogêneos com "The Office", programa que faz par com "Earl". Ele se sai extremamente bem com a parte mais jovem do público alvo, até 35 anos, mas perde com a parte superior, de 35 a 50. "The Office" apresentou um aumento de índice nesta semana.

Além disso, a NBC tem três novas comédias sendo produzidas. Se uma delas for especialmente promissora, a rede pode tentar emparceirá-la com "Earl" nas noites de quinta-feira.

A rede terá, é claro, que decidir quais programas substituir. "Joey" aparentemente fracassou no horário das 20h, apesar de os executivos da NBC observarem que ainda tem um público cativo. Colocar "My Name Is Earl" às 21h significaria transferir "The Apprentice", que perdeu público nesta temporada mas ainda se sai muito bem levando-se em conta que enfrenta a série mais vista da televisão atualmente, "CSI", da CBS.

E "The Apprentice" retém o público mais afluente do horário nobre. Moonves disse: "Os números do 'Apprentice' ainda são bons; eu pegaria Donald Trump agora."

A NBC tem dois intervalos em sua temporada. Nestas ocasiões, poderá fazer experiências com a programação de quinta-feira. Um deles ocorrerá em janeiro, quando as redes freqüentemente apresentam novos programas. A CBS terá que usar alguma programação temporária na quinta-feira à 20h, porque seu sucesso, "Survivor", tem um intervalo de seis a oito semanas entre suas edições.

No entanto, a NBC terá o mês de fevereiro inteiro dedicado às Olimpíadas de Inverno, quando sua programação poderá descansar. Provavelmente os produtores não vão querer começar uma nova edição de "The Apprentice" no final de janeiro e depois esvaziá-la em quatro semanas de esportes.

Então a NBC terá uma oportunidade de experimentar "My Name is Earl" às 20h ou 21h às quintas-feiras a partir de janeiro. Assim, "Earl" também evitaria a volta do que foi considerado um campeão de audiência nas terças-feiras, "American Idol", da Fox.

Este programa voltará em janeiro com uma edição de duas horas, em uma noite de terça-feira. Depois disso, os executivos da Fox disseram que provavelmente acrescentarão edições especiais de 90 minutos nas terças-feiras. Tudo isso afetaria "Earl", e os índices da NBC certamente mergulhariam nessas noites.

Se a NBC realmente quiser subir nas noites de quinta-feira, talvez o momento seja janeiro, e a catapulta, o programa "My Name Is Earl". Emissora avalia como recuperar dianteira na estratégica quinta-feira Deborah Weinberg

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    09h19

    -0,12
    3,178
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,29
    64.676,55
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host