UOL Notícias Internacional
 

29/04/2006

O Internet Explorer 7 estréia -finalmente

The New York Times
David Pogue
Cerca de 85% da população na Internet usa o browser Internet Explorer da Microsoft para navegar na Internet, apesar de ser relativamente antigo, estar desgastado pelo abandono e ser quase tão seguro quanto um biombo. Em que outro setor 85% dos consumidores escolheriam tal produto quando outros melhores, também gratuitos, estão disponíveis?

Pergunta complicada. Tais consumidores não estão de fato escolhendo o Internet Explorer; na verdade, eles não estão escolhendo. Eles apenas usam o que vem em seus computadores com sistema operacional Windows.

Graças a este clientela garantida, a Microsoft não sentiu muita necessidade de manter o Internet Explorer atual. A versão 6 vem se arrastando há cinco anos -uma eternidade em tempo de Internet.

Mas há esperança no ar. No início desta semana, a Microsoft tirou o pano do IE7. A nova versão é um beta público -Beta 2- e portanto tecnicamente inacabado. Ainda assim, a Microsoft sente que seu lançamento está pronto para as pessoas comuns experimentarem; você pode fazer o download no site www.microsoft.com/ie. Suporte por telefone está disponível e você pode facilmente restaurar a Versão 6 se necessário.

A qualidade deste novo browser dependerá da referência que estiver usando. Se você nunca usou nada além do Internet Explorer, você não conseguirá tirar o sorriso de seu rosto.

Mas em comparação a rivais como Firefox, Opera e Safari, o IE7 é uma colcha de retalhos visando tirar a diferença. Algumas de suas "novas"
características estão disponíveis nos browsers rivais há anos.

Por exemplo, o IE deve ser o último browser do planeta a oferecer navegação por abas. Esta característica útil permite que você mantenha vários sites abertos na tela simultaneamente -não em uma confusão de janelas sobrepostas, mas todos em uma única janela. Um índice de pastas no topo da janela os mantêm ordenados.

É verdade que a versão da navegação por abas da Microsoft oferece algumas características muito boas. (E sim, caros correspondentes de e-mail, eu estou ciente de que também fizeram sua estréia em outros browsers.)

Por exemplo, você pode abrir uma tela de páginas de Internet em miniatura, oferecendo uma tabela de conteúdo clicável visual, útil, para suas janelas abertas. O IE7 também consegue memorizar uma série de janelas abertas, as salvando em um único item de favoritos. Posteriormente, um único clique abre elas todas novamente, organizadas da forma como você as deixou. De forma semelhante, quando você sai do browser, ele oferece memorizar a atual série de páginas abertas, para que posteriormente você possa retomar de onde parou.

Procurar por imóveis ganhou prioridade no Internet Explorer 7. ("Diga adeus às barras de ferramentas enormes", diz o site do IE -apesar de ter sido a Microsoft quem primeiro nos deu estas barras de ferramentas enormes.)

A barra de menu (Arquivo, Editar, Exibir e assim por diante) se foi,
substituída por minúsculos menus pop-up no lado direito da janela. (Aqueles que se sentirem desorientados ainda podem chamar a barra de menu apertando a tecla Alt.) E uma única barra não configurável contém a barra de endereço, os botões Voltar e Avançar e a bem-vinda nova caixa de Busca, que será programada para usar o Google, Ask.com, MSN Search ou qualquer outro que você goste. Mesmo com a altura acrescentada pelas abas, a Microsoft economizou tanto espaço que você pode ver uns dois centímetros adicionais de página de Internet sem a necessidade de rolar.

A alimentação RSS representa outra grande nova característica - nova para o Internet Explorer, ao menos. O RSS (de Really Simple Syndication -"distribuição realmente simples") é a versão da Internet para a entrega a domicílio: em vez de ter que procurar em seus sites favoritos, os artigos e notícias mais recentes lhe são enviados automaticamente. Para receber estas "assinaturas" convenientes, gratuitas, você costumava necessitar de um software chamado leitor RSS, que você precisava baixar e configurar sozinho. Não é de se estranhar que o RSS ainda não rode em Peoria.

Mas o IE agora entra para a lista de browsers com leitores RSS embutidos. Sempre que você visitar uma página que ofereça assinatura de RSS, um logotipo especial acenderá no IE; clique nele para ver uma amostra do conteúdo RSS (geralmente um resumo de um parágrafo) e clique em Assinar se você gostar do que viu. A janela de leitura oferece um tipo útil de controles de pesquisa e seleção.

Outras melhorias do IE7 incluem uma opção de impressão "Shrink to Fit"
(encolha para caber) que elimina páginas impressas cortadas; um modo de
visualização de impressão cujas margens arrastáveis permitem que você
imprima apenas as partes úteis das páginas de Internet; um menu pop-up que amplia a página inteira (não apenas o texto); e uma única caixa de diálogo Apague Histórico de Navegação que pode apagar todos seus rastros de uma só vez: lista do Histórico, cookies salvos e senhas, dados de páginas de Internet e arquivos temporários. (Quem considerará esta característica útil? Vocês sabem quem são.)

Agora, se você atualmente usa o IE6, estes todos são bons motivos para
atualizar, talvez quando a versão final estiver disponível nos próximos
meses. Mas o motivo mais importante é em grande parte invisível: segurança.

Como uma defesa contra fraudes, vírus e spyware, o Internet Explorer tem sido tão intransponível quanto uma peneira. Ele era um alvo tão fácil para os bandidos da Internet que usá-lo era como pendurar um néon piscante dizendo "Entrada para Hackers" em seu PC.

Mas o Internet Explorer 7 é diferente. Não muitas pessoas fora engenheiros encontrarão sua lista de patches de 15 páginas uma leitura atraente; são coisas como Cross-Domain Script Protection, IDN Display Protections e Enhanced Validation SSL.

Mas algumas das medidas de segurança são compreensíveis mesmo para os
leigos, e elas soam reconfortantes. Por exemplo, todos os arquivos baixados vão para uma pasta Arquivos Temporários de Internet que os impede de rodar automaticamente, impedindo assim a instalação de muitos programas malignos. Spyware também não pode mais entrar em sua máquina pegando carona em algum software inocente.

E o mais bem-vindo de todos, um sofisticado detector de "phishing" alerta você, com toda a sutileza de uma marreta, sempre que você abrir uma página fraudulenta. (Um exemplo de fraude phishing é um e-mail que lhe diz: "Sua conta no eBay em breve será encerrada; clique aqui para detalhes". Preocupado, você clica no link fornecido e confirma as informações de sua conta. Infelizmente, você acabou de entregar seus números de conta e cartão de crédito para bandidos da Internet, que criaram uma página falsa do eBay para pegar trouxas como você.)

Todos estes golpistas, spammers e trapaceiros desesperados sem dúvida
criarão formas ainda mais nefastas de invadir PCs e enganar seus donos. Mas o Internet Explorer 7 tornará o trabalho deles um bocado mais difícil.

Em comparação às versões anteriores do Internet Explorer, a nova versão é mais segura, tem melhor aparência e é mais eficiente. Mas há alguns poréns.

Por exemplo, ele funciona apenas com o Windows XP com Service Pack 2. (Ele também funcionará com o Windows Vista do próximo ano, é claro -na verdade, aquela versão oferecerá uma característica adicional ou duas, incluindo excelentes controles para os pais.) O processo de instalação é um tanto excêntrico e exige que o PC seja reinicializado.

Note também que o Internet Explorer ainda oferece o botão Autocompletar que completa formulários de encomenda online com um único clique. A nova distribuição de controles desconcertará os veteranos de quase qualquer browser -por exemplo, os botões Voltar/Avançar, Atualizar, Parar e Página Inicial não ficam mais próximos uns dos outros.

Finalmente, a Microsoft diz que a melhor concordância do IE7 com os padrões da tecnologia de Internet agradará os web designers. Ainda assim, alguns sites não parecerão certos ou funcionarão bem até que sejam ajustados para acomodar o novo browser. Milhares de designers preguiçosos, por exemplo, negam acesso a seus sites a qualquer um que não esteja utilizando o Internet Explorer 6.

Se você quer o melhor browser no mercado, vários milhões de fãs lhe
recomendarão programas como o Firefox ou Opera.

Mas sem dúvida, o Internet Explorer 7 representa um grande e há muito
esperado passo na direção da modernização. Milhões de pessoas ainda
consideram o Internet Explorer sua janela para a Internet -e quanto mais cedo deixarem os anos 90, melhor. George El Khouri Andolfato

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,13
    3,270
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,51
    63.760,94
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host