UOL Notícias Internacional
 

13/04/2007

Um drive-in sem carro com o home theater ao ar livre

The New York Times
Joyce Wadler
Em termos de equipamento de vídeo, é difícil superar a mansão de US$ 5 milhões do multimilionário do concreto Bill Williams, em Naples, Flórida. A peça de engenharia mais requintada da casa é provavelmente a tela de LCD Samsung de 32 polegadas no banheiro principal, que, num lance digno da Disney que uma madrasta má adoraria, fica embutida em um grande espelho. Se você quiser assistir ao filme da banheira, como costuma fazer Williams, um solteirão de 51 anos, você a liga; quando está desligada, você só vê o espelho.

Jim Wilson/The New York Times 
Em formato de outdoor, telas gigantes estão sendo instaladas em piscinas e quadras

Williams tem um home theater interno, é claro, com um projetor Yamaha e uma tela fixa Vutec de 110 polegadas (2,79 metros). Seu terreno, que inclui uma piscina de 24 metros com vista para o campo de golfe Tiburon, é equipada com "surround sound". Seu bar externo tem uma tela LCD Sony de 40 polegadas. Se essa TV parece grande para um bar externo, você deve saber que o dele tem 4,2 metros de comprimento e é coberto, equipado com geladeira, congelador e dois lava-louças.

Para a final do campeonato de basquete deste ano, Williams brindou seus convidados com uma tela inflável externa de 5 metros montada atrás da piscina. Os convivas puderam flutuar de copo na mão e assistir ao jogo. Tudo muito bom, mas não poderia ter essa tela montada o tempo todo, pois estragaria a vista.

A firma Criteria, de Naples, que projetou e instalou o sistema audiovisual de US$ 270 mil de Williams, está orientando a construção de uma tela grande permanente ao ar livre, que deverá custar US$ 30 mil. A idéia original foi uma tela que pudesse desaparecer no chão, mas devido a preocupações com vazamentos de água Dave Tovissi e Chris Locadia, presidente e sócio-diretor da Criteria, decidiram seguir outra direção. Literalmente. "Chris teve a idéia de fazer um caramanchão no quintal, com uma tela dobrável", disse Williams. "Ela tem alto-falantes nas colunas. E vai ter uma primavera por cima."

Você está um pouco entediado no quintal com sua piscina, spa, cozinha externa, quadra de tênis, lareira e lugar para fogueira? Seus problemas acabaram. Chegou o vídeo ao ar livre. Ele já foi visto em alguns lugares nos últimos anos - uma TV dobrável ao lado da banheira, uma projeção de vídeo numa tela inflável -, mas é uma novidade para exteriores, talvez o equivalente a Angelenos e seus telefones celulares 15 anos atrás. Mas com tais avanços como aparelhos de televisão à prova de intempéries e impermeáveis; projetores e telas de vídeo de baixo custo e boa qualidade; e a TV de alta definição de tela larga, assim como a tendência geral a usar o quintal da casa, o teatro ao ar livre está ganhando terreno.

"Está ficando cada vez mais popular porque os produtos estão melhores e mais baratos", disse Jeff Hoover, presidente da Audio Advisors em West Palm Beach, Flórida. "Em vez de gastar US$ 10 mil ou US$ 15 mil em um projetor, agora você pode conseguir um bom projetor pequeno de US$ 1.500 que produz ótimas imagens de 2,5 metros. E agora que há TVs de painel largo que estão ficando mais nítidas e baratas, as pessoas começam a colocar teatros ao ar livre em quintais que são quase totalmente cobertos.

"Eu coloquei uma TV LCD de tela plana de 65 polegadas no muro de arrimo de uma piscina", ele acrescentou. "Ela é motorizada e entra e sai de um compartimento à prova de intempéries. O dono tem um controle remoto à prova d'água e pode ligar o sistema de sua banheira Jacuzzi ou da piscina."

Maureen Jenson, editora da revista "Home Theater", também vê o que ela chama de "enorme tendência" de TV ao ar livre, especialmente na área de equipamentos à prova de intempéries que é projetado para ser deixado no quintal.

E esse tipo de equipamento está ficando maior. A SunBrite, que afirma que suas TVs para espaços abertos podem operar em temperaturas entre -30 e 50ºC, vai apresentar um aparelho de 46 polegadas em maio, com preço sugerido pelo fabricante de US$ 5 mil. A Global Outdoor Concepts, que fabrica aparelhos externos MirageVision, acrescentou à sua linha um de 42 polegadas e está planejando lançar um de 47. A Cal Spas, que apresentou um spa com TV "pop-up" de 15 polegadas seis anos atrás, acaba de lançar o Cal Spas Outdoor Room. Equipado para Internet, ele tem uma TV de plasma antibrilho e antineblina de 65 polegadas, lugar para fogueira e três espreguiçadeiras acolchoadas à prova de clima. Preço sugerido: US$ 60 mil.

O que lembra a questão do guru do mundo do home theater - o "integrador" ou, no termo usado pelo pessoal da Associação de Instalação e Projeto de Eletrônica Customizada, que oferece treinamento e certificados nesse novo campo, "o quarto empreiteiro".

Muitas vezes trazidos desde o início do planejamento ou da reforma de uma casa, eles projetam todos os sistemas elétricos, incluindo os que controlam os sistemas audiovisual, de segurança e climáticos, e até o sistema que abre as cortinas do teatro interno. Depois eles complementam tudo com aquele acessório tecnológico indispensável, o painel de controle por toque, talvez em um sistema da AMX, talvez num de sua rival Crestron.

Fale com os integradores e você verá um futuro no quintal em que a pessoa nunca mais será obrigada a se sentar num jardim aborrecido e cheirar uma rosa: telas motorizadas que se escondem embaixo de beirais; vários alto-falantes pequenos em toda a propriedade (porque vários falantes em baixo volume criam menos ruído indesejado do que dois alto-falantes em alto volume); pequenos alto-falantes que parecem luzes nas árvores; falantes dentro da piscina para que você não perca o gol quando sua cabeça estiver mergulhada na água.

A montagem de teatros ao ar livre pode ser feita com muito menos gastos. Telas infláveis, que antes eram vendidas por milhares de dólares, já podem ser compradas por muito menos. A Gemmy Industries vende sua tela de cinema Airblown por US$ 200. A Stewart Filmscreen, que faz muitos trabalhos personalizados de primeira linha, introduziu uma tela de vidro para áreas externas no último outono. O fabricante de alto-falantes externos Rockustics, que disfarça seus equipamentos como vasos, coqueiros e pedras (verifique o modelo Pavarocci de 70 W), hoje vêem que esses alto-falantes estão servindo também para vídeo.

Randy Fisk é o administrador da backyardtheater.com, um site da web para fãs de vídeo que teve em média 6.900 visitantes por dia no verão passado e tem entre seus 400 membros muitos adeptos do faça-você-mesmo. Ele disse que um comprador cuidadoso que procure equipamento de segunda-mão pode montar um teatro no quintal por algumas centenas de dólares. Muitos de seus membros vão um passo além: fazem suas próprias telas.

Kevin Kalkbrenner, um vendedor de software de Shakopee, Minnesota, é um deles. Ele estima que o custo de seu teatro ao ar livre, que tem uma impressionante tela de 3 por 5 metros, por cerca de US$ 2.600. Seu item mais caro foi o projetor NEC, pelo qual pagou US$ 2 mil. Ele reciclou antigos alto-falantes para o sistema de som. Então enfrentou o problema da tela.

"Percebi que o que eu estava realmente construindo era uma vela gigante", disse Kalkbrenner. "Comprei canos de aço numa loja por cerca de US$ 250 e duas lâminas de compensado para construir o suporte dos alto-falantes. Para a tela tenho um tecido muito elástico chamado Trapeze. Eu o levei para o meu alfaiate, que hoje realmente me odeia." O custo do tecido foi de aproximadamente US$ 100; o alfaiate cobrou US$ 200.

"Não sou tão velho - estou na casa dos 40 -, mas queria me lembrar dos drive-ins e daquela sensação de estar ao ar livre", disse Kalkbrenner. "Acho que é um dos motivos pelos quais as pessoas estão tentando conquistar essa sensação que você não consegue explicar, uma memória de uma experiência que você teve. Ela envolve odores e pipoca, matar um mosquito. Eu tenho uma TV de 70 polegadas que custou US$ 13 mil há sete anos", ele acrescentou. "Mas prefiro estar lá fora assistindo em minha tela feita com tubos metálicos." Luiz Roberto Mendes Gonçalves

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    09h39

    -0,19
    3,121
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,37
    64.938,02
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host