UOL Notícias Internacional
 

02/05/2007

Morre Octavio Frias, 94, executivo da mídia brasileira

The New York Times
Andrew Downie

No Rio de Janeiro
Octavio Frias de Oliveira, que construiu um dos maiores e mais influentes impérios de mídia no Brasil, morreu em sua casa em São Paulo no domingo, 29 de abril, aos 94 anos. A causa foi insuficiência renal, segundo informou sua companhia, o Grupo Folha.

Frias foi o publisher do jornal Folha de S.Paulo, o maior do Brasil. A companhia matriz que ele administrava também controla ou é parcialmente proprietária dos jornais "Agora" e "Valor", da firma de pesquisas Instituto Datafolha, da editora Publifolha, da companhia de distribuição de jornais Transfolha, da empresa de desenho gráfico Plural e do maior portal da Internet brasileira, Universo Online (UOL).

Frias comprou a "Folha" em 1962 com seu sócio Carlos Caldeira Filho. Os dois adquiriram rapidamente vários pequenos jornais, ajudando-os a cortar os custos de distribuição, e seu amor pela tecnologia os levou a instituir várias inovações tecnológicas, como o uso da impressão offset em cores em grande escala, ainda em 1967.

O jornal, de linha editorial progressista, notabilizou-se por manter sua independência depois que o governo civil brasileiro foi derrubado por um golpe militar em 1964.

Numa medida memorável, a "Folha" lançou uma ousada página editorial em 1976 chamada Tendências/Debates, que permite que duas figuras proeminentes discutam os prós e os contras de uma questão tópica. Algumas dessas opiniões, juntamente com outras divulgadas pelo jornal, levaram os governantes militares a pressionar Frias, mas ele nunca deixou de criticar os líderes eleitos de todos os pontos do espectro político.

Falando sobre o presidente Fernando Henrique Cardoso, que governou o Brasil de 1995 a 2002, lembrou com orgulho: "Ouvi dizer que Fernando Henrique disse: 'Não adianta ligar para o Frias na Folha'. Não adianta mesmo."

Essa postura foi benéfica. A "Folha" conquistou a reputação de ser imparcial editorialmente, e em 1986, um ano depois de os militares entregarem o poder a um governo civil, tornou-se o jornal brasileiro de maior circulação.

Em 1996 o Grupo Folha criou o Universo Online, um portal na web que se tornou o maior do Brasil. Frias trouxe seus filhos para ajudar a dirigir a empresa - Otavio é hoje o diretor de redação, e Luís o presidente do Grupo Folha. Frias ainda participou de reuniões editoriais até novembro do ano passado, quando sofreu uma queda em sua casa e teve de ser operado para remover um hematoma craniano.

Nascido no Rio de Janeiro em 5 de agosto de 1912, Frias mudou-se com sua família para São Paulo em 1918. Era filho de um juiz; sua mãe morreu quando ele tinha 7 anos. E deixou a escola aos 14, quando a família teve dificuldades financeiras e não pôde mais pagar as mensalidades. Antes de comprar a "Folha", Frias trabalhou para um banco, uma companhia imobiliária e como funcionário público.

Além dos filhos, ele deixa sua esposa, Dagmar Frias de Oliveira, e duas filhas, Maria Helena, médica, e Maria Cristina, colunista da "Folha".
Mais
A morte de Octavio Frias, empresário brasileiro
Luiz Roberto Mendes Gonçalves

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,59
    3,276
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -1,54
    61.673,49
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host