UOL Notícias Internacional
 

03/07/2007

Irmãs Williams demonstram luta e avançam em Wimbledon

The New York Times
John Branch

Em Wimbledon, Inglaterra
Nenhum jogador acrescenta drama aos torneios como fazem Venus e Serena Williams. A influência delas é tanta que às vezes parece que elas até controlam o tempo.

Reuters 

As chuvas que vêm e vão em Wimbledon pararam apenas o suficiente para que Venus Williams vencesse, e chegaram bem a tempo para que Serena Williams não perdesse. "Eu literalmente fui salva pela chuva, ela meu deu uma segunda chance", disse Serena Williams.

No início da tarde desta segunda-feira (2/7), Venus Williams estava atrás de Akiko Morigami, 5 a 3, no terceiro set. Mas ela aproveitou o momento e venceu quatro games consecutivos e deixou a Quadra 2 sem conseguir conter seu sorriso e com uma vitória de 6-2, 3-6, 7-5 enquanto a chuva a banhava e fazia o público procurar abrigo.

Foi apenas o primeiro do ato de irmãs em duas partes. Horas depois, Serena Williams se curvou com uma severa cãibra muscular na perna esquerda e caiu no gramado da Quadra Central. Ela gritou e então chorou.

Mas a chuva chegou, como se aproveitando a deixa, e a partida da quarta rodada com Daniela Hantuchova foi interrompida por cerca de duas horas durante o tiebreaker do segundo set. Williams voltou e lentamente superou a cãibra e recuperou seu jogo, vencendo por 6-2, 6-7 (2), 6-2 uma abatida Hantuchova.

"É muito difícil jogar contra alguém que você sabe que está com problemas, você meio que sente pena", disse Hantuchova.

Venus Williams jogará com a Nº 2 do mundo, Maria Sharapova, na quarta rodada na terça-feira. Serena Williams jogará contra Justine Henin nas quartas-de-final.

Novamente, as irmãs Williams - vencedoras de um combinado de cinco títulos em Wimbledon - se tornaram o centro das atenções. Serena Williams, cabeça-de-chave número sete, venceu com facilidade o primeiro set contra Hantuchova, cabeça-de-chave número 10. Mas Hantuchova quebrou o serviço de Williams no início do segundo set e esta começou a sentir o enrijecimento de sua perna.

Com o segundo set a 5-5, Serena Williams repentinamente parou entre os pontos, saltou de dor, como alguém que pisou em uma tacha. Ela olhou para sua panturrilha esquerda. Ela gritou e bateu nela três vezes com sua raquete, tentando soltar o nó. Um treinador chegou e massageou sua perna. Williams ficou deitada de lado, com seu rosto tenso de angústia. Seus gritos ecoavam pela Quadra Central. Parentes e amigos assistiam nervosamente. Richard Williams, seu pai, se levantou. Venus exclamou: "Vamos, vamos".

Serena, pressionada pela limitação de tempo, finalmente se levantou e se apoiou na perna esquerda. A perna se curvou e ela se encolheu. Ela tentou de novo. Mesmo resultado. Lágrimas encheram seus olhos. "Eu nunca senti tanta dor", ela disse posteriormente sobre uma lesão descrita como uma distensão induzida por espasmo. "Eu não acredito que venci, sério."

Dez minutos de murmúrios abafados na torcida se transformaram em gritos e aplausos de incentivo enquanto Williams aguardava cuidadosamente no fundo da quadra pelo serviço de Hantuchova. Ele veio e Williams não se mexeu. O seguinte veio dentro do alcance. Williams o devolveu de forma rígida e na rede, dando a Hantuchova uma vantagem de 6-5.

Entre os games, sua perna foi envolta em uma bandagem. Williams serviu, sem sua força de costume. Mas duas das devoluções de Hantuchova saíram longas e outras encontraram o meio da quadra, onde Williams pôde alcançá-las e devolvê-las, de pé fincado no chão. De forma improvável, Williams empatou o game com um ace de 177 km/h, mandando o set para o tiebreaker.

Hantuchova conquistou os quatro primeiros pontos dos sete. Na torcida, Venus Williams olhou para o céu escuro e murmurou: "Vamos, chuva".

Serena Williams, ganhando tempo a cada ponto, venceu os dois seguintes quando uma fraca garoa se transformou em chuva. Richard Williams se levantou e apontou para o céu. A partida foi suspensa e algumas vaias, raramente ouvidas aqui, vieram das arquibancadas. A partida foi retomada cerca de duas horas depois, no início da noite. Williams vestia calça e parecia ter ambas as pernas envoltas em bandagem por baixo. Após Hantuchova vencer três pontos consecutivos para conquistar o segundo set, as jogadoras confirmaram o serviço até Williams ter uma vantagem de 3-2.

Ela parecia ficar mais forte à medida que o set avançava, encontrado parte do movimento de suas pernas. Hantuchova sucumbiu ao drama que se desenrolava. Williams quebrou o serviço de Hantuchova para ficar com uma vantagem de 4-2, depois o quebrou novamente para fechar a partida.

Serena chegou a Wimbledon como uma favorita ao título nas bolsas de aposta. Venus chegou cercada de incerteza. Três vezes campeã, ela foi relegada a 23ª cabeça-de-chave após anos de lesões e atenção desviada. Na continuação da partida suspensa no sábado contra Morigami, que era cabeça-de-chave, Williams parecia como se tivesse permanecido na chuva durante todo o fim de semana e enferrujado. A partida parecia repetidamente prestes a acabar, talvez afundando o que restou da carreira de Venus Williams.

"Definitivamente, um dos meus pontos mais fortes é que sou uma dura competidora e uma grande lutadora", disse Venus, uma vencedora surpresa aqui há dois anos. Ela cometeu 14 duplas faltas, incluindo oito em seus dois games de serviço na segunda-feira. Ela deu a Morigami 23 break points, mas salvou a partida ao perder apenas quatro deles.

E quando precisou, quando estava 5-3, Williams quebrou o serviço de Morigami duas vezes. Ela também redescobriu seu próprio saque de 193 km/h. Morigami repentinamente não conseguia mais lidar com a pressão - do momento, talvez, e da força de Williams - e a chuva não chegou a tempo para permitir que respirasse. Ela colocou uma devolução na rede no match point.

Venus Williams estava empolgada, mas seu pai não ficou impressionado. "Quando você precisa lutar para manter seu próprio serviço, você começa a pensar adiante", ele disse. "Assim que você começa a pensar, você fica tenso. Tensionando os músculos, você não consegue nada."

Como se revelou, suas palavras serviram como uma estranha previsão do que aconteceria horas depois a Serena Williams. Após sua vitória, Venus olhou para cima e sorriu. Ela levantou seus braços para o céu. Em questão de minutos, as nuvens acima se abriram e uma forte chuva caiu novamente. Talvez tenha sido apenas coincidência. George El Khouri Andolfato

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,12
    3,283
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,05
    63.226,79
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host