UOL Notícias Internacional
 

18/07/2007

Avião atinge prédio no Brasil após derrapar para fora da pista

The New York Times
Larry Rohter

No Rio de Janeiro
Um Airbus 320 que pousava no principal aeroporto de São Paulo, a maior cidade do Brasil, derrapou para fora da posta na noite de terça-feira, atravessou uma avenida movimentada durante a hora do rush e colidiu contra um prédio comercial e um posto de gasolina, provocando um incêndio que exigiu mais de três horas para os bombeiros controlarem.

A televisão brasileira mostrou bombeiros retirando corpos do local e o governo do Estado disse que há vítimas fatais no avião e no solo. Havia 176 pessoas, incluindo seis tripulantes, a bordo do vôo, número JJ 3054, operado pela companhia aérea TAM. O acidente ocorreu pouco antes das 19 horas. Após os bombeiros controlarem as chamas, as equipes de resgate começaram a agir.

A aviação civil brasileira está em crise desde setembro do ano passado, quando ocorreu o pior desastre aéreo na história do país, uma colisão sobre a Amazônia entre um avião de passageiros e um jato privado. Desde o desastre, no qual 154 pessoas morreram, o Brasil, o país mais populoso da América Latina, foi atormentado por ondas de vôos cancelados, greves de controladores de tráfego aéreo e operações padrões, e revelações de que o sistema nacional de radar é deficiente.

O acidente de terça-feira (17/07) ocorreu no Aeroporto de Congonhas, que fica dentro da cidade, que é o mais movimentado do Brasil e atende vôos domésticos. Congonhas vem sofrendo de repetidos atrasos e cancelamentos de vôos nos últimos meses, em parte devido a uma reforma e modernização da pista principal visando reduzir o risco dos aviões perderem aderência na gasta superfície de concreto de pouso.

Tal projeto foi concluído no final do mês passado, mas as companhias aéreas se queixam de que o problema continua. A terça-feira foi um dia de chuva persistente em São Paulo e engenheiros e técnicos que falaram na televisão brasileira na noite de terça-feira sugeriram que tais condições contribuíram para o piloto da TAM ter perdido o controle de sua aeronave.

O avião parece ter colidido de frente contra o prédio que é de propriedade da TAM, a maior companhia aérea do Brasil, e é usado para envio de cargas. As autoridades municipais ordenaram que todos os bombeiros se apresentassem para o serviço e mais de uma dúzia de ambulâncias podia ser vista na área ao redor do aeroporto. George El Khouri Andolfato

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,48
    3,144
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,53
    75.604,34
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host