UOL Notícias Internacional
 

27/09/2007

Timoresal: composto de vacina é inofensivo, diz estudo, enquanto debate de autismo prossegue

The New York Times
Gardiner Harris
Mais um estudo apontou que um controverso conservante de vacina parece ser inofensivo. Mas o estudo dificilmente colocará um fim ao debate cada vez mais acalorado sobre a segurança das vacinas.

O estudo examinou se o timerosal -um conservante à base de mercúrio que foi quase que totalmente eliminado das vacinas infantis em 2002 -estava associado a problemas neurológicos ou certos problemas psicológicos em crianças entre 7 e 10 anos.

Alguns grupos de pais e legisladores proeminentes argumentam que o timerosal causou uma epidemia de autismo infantil. Vários estudos examinaram esta questão e não encontraram nenhuma evidência associando o timerosal ao autismo.

O mais recente estudo não avalia diretamente a associação do timerosal com o autismo. Os Centros para Controle e Prevenção de Doenças (CDC) está conduzindo um estudo separado sobre timerosal e autismo que deverá ser publicado no próximo ano.

Neste estudo, publicado na quarta-feira no "The New England Journal of Medicine", pesquisadores dos CDC e várias organizações de managed care (atendimento gerenciado) submeteram 1.047 crianças a 42 exames neurológicos e psicológicos, que incluíam testes de Q.I., quão bem as crianças lembravam de um lista de nomes e se podiam repetir os nomes de trás para frente, sua destreza manual e se gaguejavam ou tinham tiques.

Os pesquisadores também levantaram históricos médicos detalhados para determinar se as mães das crianças foram expostas a timerosal enquanto estavam grávidas, e a quanto timerosal as crianças foram expostas em seus primeiros sete meses de vida.

Após submeter os dados a quase 400 medições estatísticas diferentes, os pesquisadores encontraram 19 possíveis associações diferentes entre o timerosal e vários resultados mentais -a maioria sugerindo que o timerosal era na verdade benéfico.

Os pesquisadores em grande parte descartaram tais associações como acasos estatísticos.

"Apenas por acaso, com tal número de testes, nós estimaríamos que 5% dos resultados seriam significativos", disse Anne Schuchat, diretora do Centro Nacional para Imunização e Doenças Respiratórias dos CDC. "E é o que encontramos."

O único resultado preocupante foi que, entre meninos, o estudo encontrou uma associação entre timerosal e tiques, que são movimentos ou sons involuntários. Pelo menos um estudo anterior encontrou uma associação semelhante.

Mas Schuchat disse que os pesquisadores não fizeram distinção entre tiques transitórios -aqueles que logo desaparecem e não são considerados clinicamente importantes- e tiques permanentes, sérios ou desfigurantes.

"Este resultado em particular será estudado mais atentamente", disse Schuchat.

O dr. Jeffrey Baker, um pediatra e especialista em vacinas que é diretor do programa de história da medicina da Universidade Duke, disse que os resultados do estudo devem tranqüilizar os pais.

"Este estudo fortalecerá o crescente consenso entre os pesquisadores de que não há evidência real de que o timerosal em vacinas provoca qualquer mal", disse Baker.

Mas Sallie Bernard, diretora executiva da SafeMinds, uma organização sem fins lucrativos de pais cujos membros argumentam que o timerosal fez mal aos seus filhos, disse que o estudo foi inconclusivo. Bernard serviu em uma junta de consultores que ajudou a desenvolver e supervisionar o estudo, mas ela retirou seu apoio à versão publicada, dizendo que suas conclusões não são apoiadas pelos dados.

"Há algumas bandeiras vermelhas aqui", disse Bernard.

Quase 5.000 famílias apresentaram queixas ao governo federal argumentando que as vacinas fizeram seus filhos virarem autistas. Mesmo se o governo rejeitar seus argumentos, muitas famílias prometeram continuar sua luta nos tribunais.

Desde a remoção do timerosal das vacinas, não há evidência de que o autismo está em declínio. George El Khouri Andolfato

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,45
    3,141
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,39
    64.684,18
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host