UOL Notícias Internacional
 

04/02/2008

Romney busca um mapa que o conduza à convenção republicana

The New York Times
Michael Luo

Em Denver
Depois de dedicar dois anos e mais de US$ 35 milhões de seu próprio dinheiro na tentativa de conquistar a indicação de seu partido para a presidência, Mitt Romney e seus consultores enfrentam a possibilidade de que tal esforço possa se encerrar nas várias votações da terça-feira.

O senador John McCain do Arizona venceu uma série de importantes primárias e conseguiu o endosso de importantes pessoas, enquanto busca se apresentar como o presumível indicado do Partido Republicano.

Operando no modo de sobrevivência, o círculo de consultores de Romney apresentou um mapa do caminho detalhado para tentar salvar sua campanha. O plano se completa com uma nova infusão de dinheiro de Romney, uma estratégia de longo prazo com a finalidade de transformar a campanha em uma prolongada luta por delegados e um reenquadramento da corrida como uma batalha homem a homem pelo futuro do partido que busca soar o alarme entre os conservadores a respeito de McCain.

Richard Perry/The New York Times 
Mitt Romney se prepara para embarcar em jatinho para fazer campanha nos EUA

Os consultores traçaram uma relação de Estados, dividindo-os e classificando-os entre os que são considerados alvos relativamente fáceis e não dispendiosos, junto de um grupo mais amplo de campos de batalha mais custosos, onde os consultores esperam que Romney consiga ser competitivo.

Alguns Estados, como Arizona e Arkansas, Estados natais de McCain e Mike Huckabee, respectivamente, estão quase totalmente descartados.

A questão é saber se o planejamento, junto do único trunfo da campanha, a grande riqueza do candidato, pode superar o sensação cada vez maior de inevitabilidade que começou a se agregar a McCain.

Para complicar a perspectiva, a campanha de Romney tem sido prejudicada pelas lutas internas sobre estratégias de publicidade entre alguns importantes assessores, incluindo alguns consultores que aderiram à campanha depois de sair da de McCain.

As pesquisas sobre as primárias de terça em muitos dos principais Estados, inclui a Califórnia, peça fundamental da estratégia de Romney, onde ele está gastando US$ 1,7 milhão em publicidade, segundo um rival de campanha, e mostra McCain com uma liderança confortável. McCain também parece ter significativas vantagens em Nova York e Nova Jersey, Estados onde o vencedor leva tudo, onde antigos adeptos de Rudolph W.Giuliani passaram para o campo de McCain.

O endosso pelo governador Arnold Schwarzenegger da Califórnia dá um incentivo a McCain lá, e todos os comentários da mídia nacional de notícias contribuíram para a atmosfera de coroação.

"Não acredito que já se possa escrever o obituário de Mitt Romney", disse Todd Harris, consultor político que trabalhou na campanha de Fred D. Thompson. "Ele pode ser um candidato que chama atenção, com uma tonelada de dinheiro. Mas em algum ponto, se não estiver ganhando, todo o argumento lógico de defesa de sua candidatura acaba sendo o fato de ser um candidato bem financiado que não é John McCain, e isso não basta."
EM BUSCA DA VAGA
Melissa Lyttle/ St. Petersburg Times
Romney, com os filhos e irmãos ao fundo, discursa durante campanha
CONHEÇA SUAS PROPOSTAS
RESULTADO DAS PRIMÁRIAS


Outra complicação não prevista foi o serviço fúnebre no sábado(02/02) de Gordon B. Hinckley, último presidente e profeta da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, em Salt Lake City. O funeral, que desviou Romney de sua rota, no fim de semana mais importante da campanha até agora, chamou atenção de novo para a fé mórmon de Romney.

Seus assessores indicam alguns sinais de esperança em um ciclo eleitoral no qual o senso comum em geral acabou de cabeça para baixo. Eles dizem que estão começando a ver uma súbita mobilização popular de oposição a McCain entre os líderes conservadores, assim como nas bases populares, especialmente em programas de entrevistas no rádio.

No dia seguinte à derrota de Romney para McCain na Flórida, disseram assessores, a campanha estabeleceu um recorde para contribuições on-line em um único dia, de quase US$ 400.000.

Os consultores de Romney também estão convencidos de que seu mantra sobre a economia e mudanças em Washington e na economia continuam atraentes.

O diretor de estratégia da campanha, Alex Cage, enviou um memorando aos adeptos, na quinta-feira, que chamava atenção para os dados sobre pesquisas de boca-de-urna dos pleitos anteriores de indicação, dizendo que apenas uns poucos pontos percentuais de apoio a Romney, da parte dos conservadores, podem mudar a indicação para ele.

Além da Califórnia, a campanha também está divulgando anúncios em outros Estados, como parte de uma "significativa" compra de espaço publicitário, dizem os consultores, embora se tenham recusado a dizer onde. Uma campanha concorrente também informou que Romney comprou quase US$ 350.000 em espaço publicitário a ser transmitido para todo o país pelo Fox News Channel.

Alex Castellanos, estrategista de mídia para Romney, disse que independentemente da contagem de delegados, o vencedor na Califórnia terá o impulso para seguir adiante. "É a Califórnia que precisamos acompanhar," disse Castellanos.

Rob Stutzman, consultor sênior para a campanha da Califórnia, disse que o eleitorado republicano de lá é tradicionalmente muito conservador. Stutzman prevê que McCain possa ter problemas devido à sua postura moderada em relação à imigração ilegal. "A vulnerabilidade da imigração é amplificada na Califórnia por causa de McCain", ele disse.

A campanha de Romney manteve quatro membros pagos da equipe desde o último verão, e tem feito chamadas em todos os Estados desde o início de janeiro quando começou a votação dos eleitores em trânsito.

As operações de campo concentram-se nos distritos de congressistas onde se acredita que a organização possa ter efeitos produtivos. O Estado está estruturado de forma que para cada distrito vale o mesmo número de delegados, não importando quantos são os republicanos nele. Um pequeno esforço de organização pode provocar mudanças em um distrito.

A campanha de Romney também se concentrou em selecionar os vários Estados que terão "caucus" ou convenções estaduais na terça-feira. A campanha diz que uma organização mínima - ela tem pelo menos um funcionário assalariado em quase todos os Estados onde haverá eleição no dia 5 de fevereiro, desde o outono - e os gastos podem trazer resultados. Os Estados incluem Colorado, Minnesota, Montana, Dakota do Norte e Virgínia Ocidental.

Acrescentando o Alasca, para onde foi despachado Josh, o filho de Romney, mais de 250 delegados estão em jogo nesse primeiro grupo de Estados, fora os mais de mil delegados a serem conquistados na terça.

A campanha traçou uma lista mais ampla de campos de batalha onde se acredita que possa ser competitiva, incluindo Geórgia, Illinois, Missouri e Tennessee. A publicidade provavelmente deverá ser concentrada nesses Estados onde haverá primárias. O mais sério obstáculo em muitos lugares é Huckabee, que continua a tirar votos dos social-conservadores que escolheriam Romney.

"Quanto mais a estratégia de Romney se inclina para os Estados republicanos, mais importante será o fator Mike Huckabee", disse Harris.

Ausentes notórios da lista de Estados que provavelmente irão competir estão Conecticut, Nova Jersey e Nova York, com 180 delegados ao todo.

Frente às difíceis possibilidades, disseram os consultores de Romney, ele tem sido o indivíduo que levanta a moral, sempre que esta despenca. Depois que seus esgotados assessores quase caíram no sono no vôo da Flórida para a Califórnia na quarta-feira, Romney reuniu-os na frente do avião.

Tentando animar os espíritos, ele se voltou para Cindy Gillespie, uma importante consultora que trabalhou com ele no resgate do escândalo relacionado aos Jogos Olímpicos de Inverno de 2002 e disse: "Já estivemos lá, não estivemos? Salt Lake sempre foi três passos à frente, dois passos para trás." Claudia Dall'Antonia

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,28
    3,182
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,29
    64.676,55
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host