UOL Notícias Internacional
 

19/06/2009

A Casa Branca está infestada de moscas

The New York Times
Mark Leibovich
Em Washington (EUA)
A Casa Branca está infestada!

Não, não nesse sentido. Mas moscas de fato estão empestando o local, confundindo empregados, irritando assessores, até mesmo incomodando o presidente. Durante uma entrevista na Sala Leste com John Harwood para a "CNBC" e o "The New York Times" na terça, uma mosca gigante ficou voando em torno da cabeça de Obama.

"Eu peguei a peste", se gabou o presidente após acertar fatalmente a criatura com um tapa.

Veja a cena



A cena se tornou uma sensação instantânea no YouTube - e resultou em uma queixa da Pessoas pelo Tratamento Ético de Animais (Peta, na sigla em inglês).

"Bem, eu acho que não pode ser dito que o presidente Obama não faria mal a uma mosca", lamentou Alisa Mullins do Peta, no blog da organização. O grupo de direitos dos animais anunciou que enviaria um de seus dispositivos Katcha Bug Humane Bug Catcher (que apanhariam insetos sem crueldade) para a Casa Branca, em caso de "futuros incidentes com insetos".

Os funcionários da Casa Branca disseram que eles e seu chefe são rotineiramente incomodados por insetos e viram o Primeiro Exterminador aplicando pessoalmente uma zona de exclusão aérea na Ala Oeste.

"Ele as caça no Escritório Oval com seus documentos de briefing e as esmaga", informou Austan Goolsbee, um membro do Conselho de Assessores Econômicos do presidente.

(Pergunta: Quanto você gostaria de ser uma mosquinha na parede do Escritório Oval atualmente? Resposta: Não muito.)

Obama agiu mal ao matar mosca em entrevista?

Funcionários da Casa Branca disseram que medidas para eliminação de insetos foram adotadas nas últimas semanas: luzes anti-insetos foram instaladas na suíte do Conselho de Segurança Nacional e no gabinete de imprensa inferior. Os funcionários receberam mata-moscas, e um deles, Brian Mosteller, ficou de prontidão durante as entrevistas de televisão de Obama na terça-feira (e ele ajudou bastante). Alguns funcionários pediram uma intervenção química, mas tiveram o pedido negado.

Não se sabe ao certo por que há tanta agitação na Casa Branca de Obama. O chefe de gabinete, Rahm Emanuel, que matou uma mosca em uma recente entrevista, culpou a abertura das ventilações na Ala Oeste pela infestação, enquanto o alto conselheiro de Obama, David Axelrod, culpou funcionários descuidados de terem esquecido de fechar as janelas sem telas, disse um funcionário que ouviu as queixas.

Há numerosos relatos de infestações nos governos anteriores, incluindo a participação de uma mosca durante uma entrevista do vice-presidente Dick Cheney para a agência de notícias "The Associated Press", poucos dias antes de Obama tomar posse.

"Nós sempre tivemos mata-moscas de prontidão", disse Dana Perino, um porta-voz do ex-presidente George W. Bush. "Nós provavelmente herdamos o problema do governo anterior."

Tradução: George El Khouri Andolfato

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h58

    -0,53
    3,128
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h20

    -0,28
    75.389,75
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host