UOL Notícias Internacional
 

29/11/2009

Para o namorado de Madonna, a fama chega por associação

The New York Times
Allen Salkin
The New York Times

O que você acha do casal Madonna e Jesus Luz?

Através das janelas da cobertura, a cidade de Nova York, nublada e com um visual suave, estendia-se em todas as direções. Jesus Luz, mais conhecido como o modelo de 22 anos que está namorando Madonna, estava prestes a se dirigir para a cabine do DJ no clube em cima de um hotel no Lower East Side.

Jovens modelos com leves vestidos de festa brilhavam ao lado dos baldes cromados que continham garrafas da marca de vodka que patrocinava a festa.

  • Brainpix

    Jesus Luz toca na festa de uma marca de roupas brasileira em Santiago, no Chile (22/10/2009)

Uma repórter freelancer da revista "Life & Style" preparava-se para convencê-lo a conceder uma breve entrevista. "Estou aqui porque tenho que fazer perguntas sobre o namoro com Madonna", disse ela.

Questionada se ela sabia pronunciar o primeiro nome de Luz, ela arriscou: "Rê-sus? Ou talvez Dji-sãs?"

A vida mudou muito rápido para Luz, e não supreende que nem todos em seu círculo saibam como dizer Jesus com a pronúncia correta em português. Matt Levine, dono do clube que organizou a festa e que refere-se a Luz como um amigo, dizia "Rê-sus".

Josh Holland, que foi seu personal trainer por vários meses, depois que os dois se conheceram por meio de um contato de Madonna, tirava fotos e o chamava de "J".

Há um ano, Luz ganhava cerca de US$ 500 por dia como modelo no Rio de Janeiro, disse Sergio Mattos, seu agente na época. Então, em dezembro de 2008, ele participou de uma sessão de fotos com Madonna para a revista W em que os dois interpretavam amantes num hotel do Rio.

"Depois que ele conheceu Madonna, nunca mais o vi", disse Mattos numa entrevista por telefone. "Eu o mandei para aquele trabalho e depois disso ele mudou o número de telefone e eu nunca mais o vi".

Os meses que se seguiram foram um exemplo de ascensão. Luz assinou com a Ford Models em Nova York, acompanhou Madonna ao Baile de Gala do Metropolitan Museum na primavera e apareceu na passarela para a grife Dolce & Gabbana em Milão.

Ele se matriculou numa escola de DJs em Manhattan e em pouco tempo passou a fazer apresentações caras. Para o set de 90 minutos que ele preparou em 12 de novembro, sua segunda atuação como DJ profissional na cidade, ele recebeu cerca de US$ 15 mil, disse Matthew Isaacs, promoter que o contratou, por um preço mais baixo, para discotecar duas noites depois no Hiro.

Luz está em alta, e gostando disso.

"Adoro a energia da multidão", disse ele, saindo da cabine de DJ para posar para fotos com algumas fãs. "É bom ter duas carreiras paralelas, a de modelo e DJ. Estou gostando."

Antes que Luz, musculoso com seus cabelos cacheados e penetrantes olhos azuis, voltasse para o laptop e a mesa de mixagem, ele explicou a pronúncia correta do seu primeiro e último nomes: "Je-sus. Luz." [ou "Zhay-ZOOSE. Loose" em inglês].

Se namorar com Madonna fosse suficiente para se dar bem em Nova York, Carlos Leon, o personal trainer que é pai do primeiro filho da cantora, poderia ser dono de uma rede de academias "Get Cut with Carlos" em toda a cidade. Jellybean Benitez, o DJ que remixou músicas para ela quando os dois namoraram nos anos 80, poderia ser um dos jurados de "American Idol".

Luz, filho de um funcionário de hospital e de uma cabeleireira, é charmoso, amigável, sincero e trabalhador. À medida que subiu ao estrelato, ele mostrou ter uma das qualidades de um grande novaiorquino: a capacidade de aproveitar ao máximo as oportunidades que surgem.

Se você quiser dizer que ele deve tudo isso a Madonna, vá em frente. Ele não está preocupado em responder àqueles que dizem que ele não seria nada sem a cantora, que convidou Luz para sua festa de aniversário de 51 anos a bordo de um barco na Itália em agosto, com seus filhos e os estilistas Domenico Dolce e Stefano Gabbana.

"Eu não falo sobre minha namorada", disse Luz. "Deixe as pessoas chegarem às suas próprias conclusões". (Segundo sua assessoria de imprensa, Madonna se recusou a dar declarações para esta matéria.)

Jesus Pinto da Luz, que tem dois irmãos mais novos, mudou de casa com frequência na infância, principalmente depois que seus pais se separaram, quando ele tinha quase cinco anos de idade.

"Cresci com muitos altos e baixos", disse ele. "Vi a beleza das pessoas que viviam uma vida intelectual e também das que eram humildes e não tinham nada."

Na adolescência ele buscou ser modelo e ator, trabalhando em empregos diferentes, inclusive como vendedor de uma loja de surfe em Ipanema.

"Quando eu era adolescente, achava que não podia fazer nada na minha vida", disse ele. "Eu me sentia muito sem esperança. E então algo começou a acontecer."

Ele estudou budismo e ioga, e uma ex-namorada o apresentou à cabala. "Só estou buscando algo que me faça mais forte, e a cabala me deu isso", disse. "Estou buscando algo que me deixe tranquilo e feliz na minha vida."

Em 2006, ele passou seis meses em Nova York, morando com uma tia e aprendendo inglês.

Quando conheceu Madonna, também devota da cabala, em dezembro passado, ela estava divorciada do cineasta Guy Ritchie há um mês.

De volta a Manhattan, as coisas aconteceram muito rápido para Luz. Ele ficou amigo de Holland, personal trainer que era assistente da treinadora de Madonna, Tracy Anderson. "Eu ajudava Tracy a treinar Madonna", disse Holland. "E foi assim que o conheci, porque ele estava sempre por lá."

Luz malha cinco ou seis dias por semana, disse Holland.

Ele também começou a estudar em Dubspot, uma escola para DJs. "Eu gosto de música", explica Luz. "Gosto de música eletrônica. Estou aprendendo a produzir. É ótimo ser um canal para a música. É ótimo ter a energia das pessoas passando por você."

Apesar de alguns sites de fofoca terem dito que Madonna paga uma "mesada" para Luz, ele disse que isso é ridículo. "Estou rindo às gargalhadas", disse ele.

Ele conseguiu empregos bem pagos, quer seja por sua ligação com a cantora que os jornais britânicos chamam de "Madge", ou não. Ele desfilou para a Dolce & Gabanna em junho em Milão e apareceu numa campanha para a grife neste outono.

Ele está nas campanhas da coleção de inverno da Pepe Jeans e na coleção de primavera-verão da grife de moda argentina Ona Saez.

Em maio, ele e Madonna foram à festa de 30 anos de Lorenzo Martone, brasileiro que trabalha como relações públicas para modelos e que é namorado do estilista Marc Jacobs. Martone e Luz ficaram amigos.

Na festa, em que compareceram 150 pessoas incluindo Amanda Setton do elenco de "Gossip Girl" e o artista Terence Koh, Martone deu a Luz a oportunidade de discotecar. Fotos apareceram no blog da revista W e em outros websites.

"É claro que ajuda estar com alguém famoso", disse Martone, "mas se você não trabalha duro, isso não dura mais do que alguns meses em Nova York."

Nova York tem sido boa para ele, admitiu Luz. "Gosto da energia forte das pessoas da cidade e como elas trabalham e correm atrás de seus ideais", disse. "É muito contagiante, de um jeito bom.

Às vezes quando olho para a Estátua da Liberdade, sinto uma sensação parecida à que tinha ao olhar para a estátua do Cristo no Rio."

Há cerca de seis semanas, o agente de Luz como DJ começou a espalhar a notícia de que ele estava disponível para festas.

Não foi nada mal para suas perspectivas o fato de Madonna ter comparecido à sua primeira apresentação importante em Nova York, uma festa no Boom Boom Room do Standard Hotel em 3 de novembro para promover o documentário "Valentino: The Last Emperor".

"Todos as pessoas de clubes da cidade, incluindo eu, corremos para lá na esperança de que ela também fosse à festa", disse Isaacs, promoter do clube Hiro. "Há muita badalação da mídia em torno dele. As garotas parecem interessadas nele."

Isaacs disse que ele havia tentado contratar Luz para uma festa num clube em Las Vegas, mas o clube recusou-se a pagar o cachê que os representantes de Luz estavam pedindo, de US$ 30 mil.

É muito dinheiro para um DJ que ainda não trabalhou noites suficientes para encontrar sua própria voz, disse DJ Manero, que acompanhou Luz uma noite. Mas, acrescentou: "ele teve uma oportunidade e tirou total vantagem disso."

No Hiro no sábado passado, Karl Templer, diretor de criação da revista Interview, subiu na plataforma de DJ para dar um tapinha nas costas de Luz.

Luz dançou ao som da música eletrônica alta que tocava, batendo o pé direito, balançando o quadril e ocasionalmente levantando o braço como um peão de rodeio.

Depois de descer, Templer disse que estava na festa para dar apoio ao amigo, depois das fotos que Luz havia feito naquele dia para a Interview.

Quando Templer conheceu seu amigo?

"Hoje", disse ele.

Isso vai durar? Pode durar? Deve durar?

Trabalhar duro ajuda, mas há muita competição no topo. Depois do show na cobertura do Lower East Side, Marie Cuccurullo, relações públicas da Think PR, que foi contratada pelos promoters da festa, lamentou a falta de convidados vip. Christian Siriano, do "Project Runway", era indiscutivelmente a pessoa mais famosa ali - além de Luz.

"Nós somos contratados para conseguir celebridades, mas estávamos competindo com a estreia e a festa de 'Twilight', com o desfile e festa da Victoria's Secret, e o aniversário de 40 anos de P. Diddy", disse ela. "As perspectivas eram do tipo: 'Você deve estar brincando!?'".

Luz não está muito preparado para voar solo neste universo.

Ele mixou apenas duas músicas próprias até agora, uma chamada "Sweet Mystery" e outra chamada "We Come From Light". (Light significa Luz em inglês.)

Ele terminou seus sets no final de semana passado misturando "We Come From Light" com um hit de Madonna.

"Revolver", explicou. "Mixei com a minha música. Dá pra ouvir a minha voz e a voz dela juntas."

Tradução: Eloise De Vylder

Siga UOL Notícias

Tempo

No Brasil
No exterior

Trânsito

Cotações

  • Dólar comercial

    16h59

    0,48
    3,144
    Outras moedas
  • Bovespa

    17h21

    -0,53
    75.604,34
    Outras bolsas
  • Hospedagem: UOL Host