Topo

Com nova 'Cortina de Ferro', Bulgária tenta evitar entrada de imigrantes

23.mar.2015 - Restos de uma cerca na fronteira da era Cortina de Ferro, não muito longe de uma cerca recém-instalada perto da aldeia de Golyam Dervent, na Bulgária. Diante de uma onda de refugiados do Oriente Médio e Norte da África - e o risco de jihadistas com a intenção de ataques terroristas - a Europa pretende reforçar as suas defesas, incluindo a Bulgária, país anteriormente comunista que mais uma vez se preocupa em estancar o fluxo de saída de seus próprios cidadãos - Andrew Testa/The New York Times
23.mar.2015 - Restos de uma cerca na fronteira da era Cortina de Ferro, não muito longe de uma cerca recém-instalada perto da aldeia de Golyam Dervent, na Bulgária. Diante de uma onda de refugiados do Oriente Médio e Norte da África - e o risco de jihadistas com a intenção de ataques terroristas - a Europa pretende reforçar as suas defesas, incluindo a Bulgária, país anteriormente comunista que mais uma vez se preocupa em estancar o fluxo de saída de seus próprios cidadãos Imagem: Andrew Testa/The New York Times
Exclusivo para assinantes UOL

Rick Lyman

Lesovo (Bulgária)

12/04/2015 00h01

Menos de duas décadas após a cuidadosa remoção de uma cerca enorme na fronteira, projetada para evitar que as pessoas saíssem do país, as autoridades búlgaras estão construindo com o mesmo cuidado...

Mais Jornais internacionais