Exclusivo para assinantes UOL

Pequim levanta desconfiança em Hong Kong após desaparecimentos em editora

Michael Forsythe

Em Hong Kong (China)

  • Vincent Yu/AP

    Estudantes protestam contra desaparecimento de funcionários de editora em Hong Kong

    Estudantes protestam contra desaparecimento de funcionários de editora em Hong Kong

Um editor estabelecido em Hong Kong, especializado em livros de fofocas sobre os líderes chineses, desaparece. Sua mulher dá queixa do desaparecimento à polícia. De repente ela a retira, depois que surge uma carta enviada por fax, aparentemente com a caligrafia de seu marido, declarando que ele está na China continental por vontade própria, ajudando em uma investigação. Autoridades de fronteira de Hong Kong não têm registro de sua saída.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos