Exclusivo para assinantes UOL

Opinião: EUA devem admitir os limites do realismo em sua política externa

Roger Cohen

  • Pablo Martinez Monsivais/AP

Stephen M. Walt, um professor de assuntos internacionais da Universidade de Harvard, fez uma ode eloquente ao realismo na revista "Foreign Policy". Ele argumenta que, tendo o realismo como alicerce de sua abordagem ao mundo ao longo do último quarto de século, os Estados Unidos teriam se saído muito melhor. Os realistas, ele nos recorda, "costumam ter uma visão pessimista dos assuntos internacionais e desconfiam de esforços para refazer o mundo de acordo com algum modelo ideológico".

UOL Cursos Online

Todos os cursos