Exclusivo para assinantes UOL

Análise: Antes de visita de Obama, opiniões divergentes persistem sobre Hiroshima

David E. Sanger

Em Washington (EUA)

  • Ko Sasaki/The New York Times

    Centro de exposição em Hiroshima, no Japão, um dos poucos locais que sobreviveram à bomba atômica despejada ali pelos EUA no fim da Segunda Guerra Mundial

    Centro de exposição em Hiroshima, no Japão, um dos poucos locais que sobreviveram à bomba atômica despejada ali pelos EUA no fim da Segunda Guerra Mundial

Durante décadas, os visitantes da fantasmagórica cúpula de Hiroshima, que se ergue como único sobrevivente da queda da bomba atômica lá há mais de 70 anos, entraram em um mundo que mistura tragédia inenarrável com amnésia histórica.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos