Exclusivo para assinantes UOL

Dinheiro europeu faz Jordânia abrir vagas de trabalho a refugiados sírios

Somini Sengupta

Em Amã (Jordânia)

  • Tara Todras-Whitehill/The New York Times

    Walaa Mohammad, refugiada síria que trabalha em uma fábrica em Ramtha, na Jordânia

    Walaa Mohammad, refugiada síria que trabalha em uma fábrica em Ramtha, na Jordânia

Em uma movimentada avenida de Amã, capital da Jordânia, um vendedor de café chamado Mohammed al-Mulki não treme mais quando vê um carro da polícia encostar. Em uma loja de doces próxima, o balconista, Zuheir Taleb, não foge mais pelos fundos quando um oficial entra.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos