Exclusivo para assinantes UOL

Aumento de mulheres terroristas na França indica mudança nos papéis de gêneros no EI

Alissa J. Rubin e Aurelien Breeden

Em Paris (França)

  • Michel Euler/AP

Houve o carro estacionado cheio de cilindros de gás perto da Catedral de Notre Dame, uma possível tentativa de provocar uma explosão no coração de Paris. Houve a suposta trama para atacar uma estação de trens na região parisiense. Houve a iniciativa de um dos mais destacados propagandistas do Estado Islâmico (EI) para recrutar duas jovens em Nice, onde um terrorista matou 86 pessoas em julho, atropelando-as com um caminhão.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos