Moda, mas também política; Teen Vogue quer cobrir os passos de Donald Trump

Anna North

  • William Philpott/ Reuters

    Tudo começou com um artigo de opinião intitulado "Donald Trump está fazendo gaslighting com os EUA"

    Tudo começou com um artigo de opinião intitulado "Donald Trump está fazendo gaslighting com os EUA"

Muitos adultos começaram a prestar atenção à "Teen Vogue" recentemente. Tudo começou com um artigo de opinião escrito por Lauren Duca, editora da revista, chamado "Donald Trump está fazendo gaslighting com os EUA". Gaslighting é [um termo em inglês para] uma forma de abuso psicológico que faz com que a vítima questione sua própria sanidade mental, de acordo com Duca, "e é exatamente isso que Trump está fazendo com este país."

Embora algumas pessoas tenham ficado surpresas em ver uma revista para adolescentes fazendo uma afirmação política tão contundente, a "Teen Vogue" vem falando francamente mais do que sobre moda, já há algum tempo.

A revista, cuja editora-chefe, Elaine Welteroth, e o diretor da editoria digital, Philip Picardi, assumiram no começo deste ano, tem intensificado sua cobertura política desde os debates das primárias. Voltado para adolescentes e mulheres jovens, o site e a revista impressa quinzenal misturam dicas de beleza e perfis de celebridades adolescentes com histórias sobre jovens ativistas, questões de gênero e direitos LGBT.

Uma explicação para os riscos do oleoduto de Dakota Access dada por duas jovens da tribo Sioux de Standing Rock esteve entre os vídeos mais assistidos da revista de todos os tempos.

A "Teen Vogue" não é a primeira publicação a conduzir adolescentes e jovens adultos para notícias sérias. Picardi reconheceu que a "Teen Vogue" deve à "Rookie", uma revista online para garotas adolescentes, e à "Sassy", uma revista para adolescentes que já não existe mais, conhecida por sua abordagem aberta sobre sexualidade e cultura.

Mikki Halpin, escritora e ex-vice-editora da "Seventeen", disse que revistas para adolescentes há muito tempo oferecem uma cobertura substancial sobre direitos reprodutivos e saúde. Os adultos muitas vezes subestimam a mídia para adolescentes, diz Halpin, "da mesma forma que eles subestimam os adolescentes."

A decisão da "Teen Vogue" de cobrir política pode ter em parte uma motivação financeira, diz Tavi Gevinson, fundadora da "Rookie". "Os adolescentes na internet claramente se importam muito com ativismo, feminismo, antirracismo", ela diz. "Essas histórias têm ampla circulação."

A "Teen Vogue" diz que pretende continuar por esse caminho e cobrir as políticas de Trump de forma agressiva, especialmente se elas afetarem os jovens. Parte da estratégia, de acordo com Welteroth e Picardi, é deixar que as adolescentes contem suas próprias histórias de como questões políticas afetam suas vidas, seja através de um vídeo sobre o oleoduto Dakota Acess ou de um relato em primeira pessoa sobre como se consegue fazer um aborto em Ohio.

Picardi, que é gay, já viu o poder que tem uma narrativa pessoal em interações com sua própria família. "Se você ouve a história de alguém", ele diz, "são maiores as chances de você baixar a guarda."

Em novembro, a "Teen Vogue" contou a história de uma jovem que votou em Trump, e Picardi quer que a revista fale tanto com partidários de Trump quanto com seus críticos. A "Teen Vogue" pretende informar e esclarecer todos seus leitores, segundo Picardi. "Não importa de que lado você esteja, é importante saber o que está acontecendo."

À medida que os jornalistas e editores da "Teen Vogue" forem cobrindo o mandato de Trump, eles podem obter ajuda—e críticas construtivas—de seus leitores. Gevinson diz que os adolescentes estão acostumados a ver uma ampla diversidade de perspectivas na internet, e eles sabem que para cada argumento, "sempre haverá um contra-argumento". E Halpin diz que os jovens leitores de hoje se sentem confortáveis em chamar atenção para erros ou gafes nas mídias sociais. Em outras palavras, pode não ser tão fácil fazer gaslighting com adolescentes.

Tradutor: UOL

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos