Exclusivo para assinantes UOL

Uma visão de dentro da cultura de trabalho agressiva e desenfreada da Uber

Mike Isaac

Em San Francisco (EUA)

  • Money Sharma/AFP

    Travis Kalanick, CEO da Uber

    Travis Kalanick, CEO da Uber

Quando novos funcionários ingressam na Uber, lhes é pedido que adotem 14 valores centrais da empresa, incluindo apostas ousadas, serem "obcecados" pelo cliente e "sempre atuarem de modo agressivo". O serviço de carona remunerada enfatiza particularmente a "meritocracia", a ideia de que os melhores e mais brilhantes chegarão ao topo com base em seus esforços, mesmo que signifique pisar em alguém para chegar lá.

UOL Cursos Online

Todos os cursos