Exclusivo para assinantes UOL

Combater um "Estado profundo" que não existe pode exacerbar problemas de Trump

Max Fisher

  • REUTERS/Carlos Barria

    21.jan.2017 - Donald Trump discursa na sede da CIA um dia após tomar posse

    21.jan.2017 - Donald Trump discursa na sede da CIA um dia após tomar posse

O governo Trump, em sua luta contra o "Estado profundo", que define uma rede de autoridades civis e militares que controlam ou minam governos eleitos democraticamente, poderá correr o risco de exacerbar os próprios problemas que ele atribuiu a forças burocráticas sombrias: vazamentos, conflitos internos e a politização de instituições como as agências de inteligência.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos