Exclusivo para assinantes UOL

Turquia vive em caos desde expurgo de dissidentes

Patrick Kingsley

Em Istambul (Turquia)

  • Adem Altan/AFP

    Acadêmicos e estudantes protestam contra a demissão de professores de universidades após tentativa de golpe, na Universidade de Ancara (Turquia)

    Acadêmicos e estudantes protestam contra a demissão de professores de universidades após tentativa de golpe, na Universidade de Ancara (Turquia)

Quando Aynur Barkin se tornou uma dos cerca de 40 mil professores expurgados do sistema de educação da Turquia após a tentativa de golpe do ano passado contra o presidente Recep Tayyip Erdogan, ela não foi imediatamente substituída. Como resultado, seus alunos da segunda série foram forçados a se juntar aos alunos da terceira série, triplicando o tamanho da classe original.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos