Exclusivo para assinantes UOL

Opinião: Mulheres na Arábia Saudita enfrentam uma sentença perpétua de domínio masculino

Mona Eltahawy*

No Cairo

  • Efe

Uma semana depois de Dina Ali Lasloom, uma saudita de 24 anos, ter sido arrastada para dentro de um avião de Manila para Riad amordaçada e com braços e pernas amarrados, a ONU votou a favor de nomear a Arábia Saudita para um mandato de quatro anos em sua Comissão dos Direitos da Mulher. Belos direitos esta mulher saudita teve!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos