PUBLICIDADE
Topo

Senegalenses encaram 'missão suicida' rumo à Europa para salvar famílias da miséria

Salmata Boullo Diallo, que perdeu seus dois filhos, Amadou e Gibbe; ambos morreram em diferentes naufrágios no Mediterrâneo - Xaume Olleros/The New York Times
Salmata Boullo Diallo, que perdeu seus dois filhos, Amadou e Gibbe; ambos morreram em diferentes naufrágios no Mediterrâneo Imagem: Xaume Olleros/The New York Times
Exclusivo para assinantes UOL

Dionne Searcey e Jaime Yaya Barry

Em Tongo (Senegal)

24/06/2017 00h01

Amadou Anne, o filho mais velho, foi o primeiro a tentar. “Se você tem uma forma de chegar lá, talvez deva tentar”, seu pai lhe disse. A jornada exigia que se cruzassem milhares de quilômetros de desertos e mares impiedos...