Exclusivo para assinantes UOL

Ucranianos ganham acesso sem visto à Europa e se veem libertados da mentalidade soviética

Andrew E. Kramer

Em Moscou (Rússia)

  • Ye Pingfan/Xinhua

    22.jun.2017 - Presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko (na esq.), cumprimenta o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, em reunião na cúpula da União Européia em Bruxelas

    22.jun.2017 - Presidente da Ucrânia, Petro Poroshenko (na esq.), cumprimenta o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, em reunião na cúpula da União Européia em Bruxelas

Desde 11 de junho, quando 30 países europeus começaram a dispensar os vistos para curta permanência para os ucranianos, como um incentivo para que Kiev siga adiante com suas reformas, dezenas de milhares de ucranianos já visitaram esses países.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos