Exclusivo para assinantes UOL

Mulheres ganham espaço na polícia dos EUA, e risco para elas também aumenta

Benjamin Mueller e Al Baker

  • SPENCER PLATT/AFP

    Pessoas se manifestam durante funeral para policial feminina e outros policiais que foram mortos enquanto trabalhavam nos EUA

    Pessoas se manifestam durante funeral para policial feminina e outros policiais que foram mortos enquanto trabalhavam nos EUA

No início dos anos 1980, o metrô da cidade de Nova York era sinistro, com ladrões à espreita dentro dos vagões cobertos de pichações. Pouquíssimas mulheres faziam patrulha, mas a agente Irma Lozada assumiu um dos trabalhos mais perigosos: ela escondia seu distintivo e enrolava correntes de ouro falso em volta do pescoço, atraindo ladrões em algumas das partes mais violentas do Brooklyn.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos