Exclusivo para assinantes UOL

Jovens que foram escravas sexuais do Estado Islâmico revelam traumas profundos

Rukmini Callimachi

No acampamento de Shariya (Iraque)

  • Alex Potter/The New York Times

    Souhayla, uma jovem que foi mantida sob o poder do Estado Islâmico por três anos, na casa de seu tio, em Shariya, Iraque

    Souhayla, uma jovem que foi mantida sob o poder do Estado Islâmico por três anos, na casa de seu tio, em Shariya, Iraque

A garota de 16 anos, deitada de lado em um colchão sobre o chão, não consegue erguer a cabeça. Seu tio a levanta para beber água, mas ela mal consegue engolir. Sua voz está tão fraca que ele precisa encostar seu ouvido diretamente na boca dela para conseguir escutá-la.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos