Exclusivo para assinantes UOL

Análise de DNA para investigação policial é posto em dúvida em Nova York

Lauren Kirchner*

Em Nova York

  • Demetrius Freeman/ProPublica via The New York Times

    Mayer Herskovic em seu apartamento no Brooklyn, Nova York

    Mayer Herskovic em seu apartamento no Brooklyn, Nova York

Ao longo da última década, o laboratório de DNA do Departamento de Medicina Legal da Cidade de Nova York, que investiga casos de morte violenta, emergiu como um pioneiro na análise dos elementos mais complicados que surgem em cenas de crime. Ele desenvolveu duas técnicas, que iam além da prática padrão do FBI e de outros laboratórios públicos, para obter identificações a partir de amostras de DNA muito pequenas ou que contivessem uma mistura de mais de um material genético de uma pessoa.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos