PUBLICIDADE
Topo

Dois espiões norte-coreanos, uma prisão ucraniana e uma história nebulosa

Ri Tae-gil (esq.) à esquerda, um espião norte-coreano condenado por tentar fotografar materiais secretos de motores de foguete ucranianos, em uma prisão na Ucrânia. - BRENDAN HOFFMAN/NYT
Ri Tae-gil (esq.) à esquerda, um espião norte-coreano condenado por tentar fotografar materiais secretos de motores de foguete ucranianos, em uma prisão na Ucrânia. Imagem: BRENDAN HOFFMAN/NYT
Exclusivo para assinantes UOL

Andrew Higgins

Em Zhytomyr (Ucrânia)

30/09/2017 00h01

O espião norte-coreano, posando como membro da delegação comercial de seu país na Belarus, pensou que estivesse fotografando um relatório científico secreto sobre tecnologia de mísseis quando entrou com...