Exclusivo para assinantes UOL

No Níger, soldados americanos morreram em local caótico e cercado por grupos terroristas

Dionne Searcey e Eric Schmitt

Em Dacar (Senegal)

  • BRYAN DENTON/NYT

    Um treinador das Forças Especiais dos EUA, à direita, leva os soldados chilenos antiterroristas a um ponto de extração após um assalto simulado durante o exercício militar Flintock 2017, perto do rio Chari em N'Djamena, no Chade

    Um treinador das Forças Especiais dos EUA, à direita, leva os soldados chilenos antiterroristas a um ponto de extração após um assalto simulado durante o exercício militar Flintock 2017, perto do rio Chari em N'Djamena, no Chade

Quando forças americanas partiram para o que viria a ser uma patrulha conjunta mortal com soldados nigerinos este mês, elas estavam ingressando em um terreno tomado por elementos criminosos e organizações terroristas em uma parte do mundo perigosa, ainda que muitas vezes esquecida.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos