PUBLICIDADE
Topo

Grupo muçulmano sofre ataques do EI por ser considerado politeísta

Túmulo destruído por militantes islâmicos em Timbuktu, Mali - TYLER HICKS/NYT
Túmulo destruído por militantes islâmicos em Timbuktu, Mali Imagem: TYLER HICKS/NYT
Exclusivo para assinantes UOL

Rukmini Callimachi

29/11/2017 00h01

O homem-bomba que entrou no templo com domo dourado no sul do Paquistão, em fevereiro, vestia um colete repleto de rolamentos e parafusos. Quando acionou o detonador, ele matou mais de 80 pessoas.

Para o mundo, eram muçulmanos....