Exclusivo para assinantes UOL

Rússia é suspeita de prejudicar investigações americanas ao pedir extradição de cibercriminosos

Andrew E. Kramer*

Em Moscou (Rússia)

  • Getty Images/iStockphoto

O rei do spam russo há muito estava na mira do FBI (Birô Federal de Investigação, a polícia federal americana) e os agentes finalmente tiveram uma chance de pegá-lo, quando o homem marcou férias na Espanha. A pedido da agência, em abril as autoridades de segurança espanholas prenderam o homem, Peter Y. Levashov, que é acusado de encher inúmeros milhões de caixas de entrada com propagandas de pornografia, comprimidos e ações baratas.

UOL Cursos Online

Todos os cursos