Exclusivo para assinantes UOL

Zona livre de vistos da China aprecia sua carteira, mas talvez não sua barba

Andrew Higgins

Em Horgos (China)

  • Andrea Bruce/The New York Times

    Shopping center no lado chinês da fronteira com o Cazaquistão, em Horgos

    Shopping center no lado chinês da fronteira com o Cazaquistão, em Horgos

Com exceção de homens com barbas compridas e mulheres usando véus ou joias com motivo de lua crescente, praticamente qualquer pessoa pode entrar em território chinês, pelo menos alguns quilômetros dele, atravessando uma fronteira marcada apenas por duas faixas de tinta na rua.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos