PUBLICIDADE
Topo

Pedófilos afegãos têm passe livre de militares americanos, segundo relatório

O cabo Gregory Buckley Jr., um fuzileiro-naval dos EUA, foi morto em um posto de controle onde estava estacionado com um famoso comandante afegão que tinha um séquito de jovens escravos sexuais - Kirsten Luce/The New York Times
O cabo Gregory Buckley Jr., um fuzileiro-naval dos EUA, foi morto em um posto de controle onde estava estacionado com um famoso comandante afegão que tinha um séquito de jovens escravos sexuais Imagem: Kirsten Luce/The New York Times
Exclusivo para assinantes UOL

Rod Nordland

25/01/2018 00h01

Em 5.753 ocasiões, entre 2010 e 2016, militares dos EUA relataram acusações de “flagrantes abusos aos direitos humanos” cometidos por militares afegãos, inclusive muitos exemplos de abusos sexuais contra crian&cc...