Exclusivo para assinantes UOL

"Somos guerreiras. E sabemos tocar": o que diz um pioneiro bloco afro feminino do Brasil

Shannon Sims

Em Salvador

  • Stephanie Foden/The New York Times

    16.jan.2018 - Larissa Gabriele Rogerio (esquerda) e Viviam Caroline no meio de uma performance da Banda Didá em Salvador, Bahia

    16.jan.2018 - Larissa Gabriele Rogerio (esquerda) e Viviam Caroline no meio de uma performance da Banda Didá em Salvador, Bahia

Esta cidade do nordeste brasileiro é famosa por suas tradições afro-brasileiras na percussão; o bloco afro Olodum, reconhecido internacionalmente, mostra seus tambores coloridos e batidas para o mundo inteiro há décadas, através de colaborações musicais que incluem “They Don’t Care About Us”, com Michael Jackson, e “The Obvious Child”, com Paul Simon. Ver essa banda — que é composta quase que exclusivamente por homens — ou qualquer um dos outros renomados blocos afros da cidade, como o Ilê Aiyê, se apresentar ao vivo nas ruas de Salvador, é um mergulho profundo nas raízes das tradições musicais deste país.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos