Exclusivo para assinantes UOL

Extremismo de homens que culpam mulheres por "celibato involuntário" cresce na internet

Amanda Taub

  • Lars Hagberg/AFP

    Van utilizada por atropelador que deixou 10 mortos e 15 feridos em Toronto

    Van utilizada por atropelador que deixou 10 mortos e 15 feridos em Toronto

O recente assassinato em massa em Toronto, cometido por um suspeito que já convocou uma "rebelião incel" [de "involuntariamente celibatários"] chamou a atenção para uma comunidade na internet de homens que lamentam essa situação e sonham com uma ordem social que lhes garanta o acesso às mulheres que escolherem.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos