Topo

Assassinato de jornalistas russos na África mostra alcance de Putin em territórios perdidos

Pavel Golovkin/AP
Retratos dos jornalistas Alexander Rastorguyev, Kirill Radchenko e Orkhan Dzhemal, mortos da República Centro-Africana, são colocados em frente ao prédio do Sindicato dos Jornalistas Russos, em Moscou Imagem: Pavel Golovkin/AP
Exclusivo para assinantes UOL

Andrew Higgins e Ivan Nechepurenko

Em Moscou (Rússia)

09/08/2018 00h01

Os três jornalistas russos se aventuraram na violenta República Centro-Africana infestada de rebeldes, como parte de uma ousada investigação do uso de mercenários pelo Kremlin para projetar poder na África, S&iacut...