Exclusivo para assinantes UOL

Imigrantes deixam plantações de tomate na Itália e protestam contra condições de trabalho

Gaia Pianigiani

Em Roma

  • Franco Cautillo/ANSA via AP

    Trabalhadores imigrantes fazem protesto contra condições de trabalho, em Foggia, na Itália

    Trabalhadores imigrantes fazem protesto contra condições de trabalho, em Foggia, na Itália

Centenas de trabalhadores rurais migrantes largaram plantações de tomate no sul da Itália na quarta-feira (8) em protesto contra suas condições de trabalho, depois que dois acidentes em estradas mataram 16 trabalhadores africanos em 48 horas, somando mais um elemento volátil ao doloroso debate sobre a imigração ilegal na Itália.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos