Exclusivo para assinantes UOL

Seita muçulmana perseguida une-se em torno de uma tragédia

Samuel G. Freedman
Em Glen Ellyn

O telefone tocou de manhã bem cedo no dia 28 de maio na casa de Tariq Malik, nos arredores de Chicago (EUA) quando o céu suburbano ainda estava completamente escuro. Naquele momento, Malik e a sua mulher, Riffat Jariullah, souberam imediatamente que havia algo de errado. A voz do irmão dela, que telefonava do Paquistão, confirmou os temores, com as instruções que ele lhes deu, com a voz ofegante.

UOL Cursos Online

Todos os cursos