Exclusivo para assinantes UOL

Veto a refugiados já impediu entrada de 20 mil crianças judias nos EUA na 2ª Guerra

Ellen Umansky

  • ushmm.org/Slate

    St. Louis no porto de Hamburgo, na Alemanha, levando 900 refugiados

    St. Louis no porto de Hamburgo, na Alemanha, levando 900 refugiados

A proibição de entrada revista que o presidente Donald Trump emitiu na segunda-feira pode ter se enfraquecido em alguns lugares, mas o que permaneceu dela continua sendo tão hostil quanto antes, em relação a imigrantes e refugiados muçulmanos. Muitos de nós pensamos nos Estados Unidos como uma nação e nos ataques de Trump contra estrangeiros como uma aberração. O senador Charles Schumer disse que a proibição era "mesquinha e anti-americana". O "The New York Times" declarou que a ordem executiva corroeria a "honrada tradição do país de receber pessoas que estão fugindo de conflitos".

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos