Exclusivo para assinantes UOL

"Como muçulmano americano, nunca me senti aceito em meu próprio país - até o governo Trump"

Aymann Ismail

  • Kathy Willens/NYT

    2.fev.2017 - Muçulmanos e iemenitas protestam contra o presidente Donald Trump, que suspendeu temporariamente a entrada de alguns países de maioria muçulmana nos EUA

    2.fev.2017 - Muçulmanos e iemenitas protestam contra o presidente Donald Trump, que suspendeu temporariamente a entrada de alguns países de maioria muçulmana nos EUA

Para os americanos muçulmanos, a presidência de Donald Trump foi desanimadora, mas não um choque. Pode ser fácil esquecer que seu governo está longe de ser a primeira ameaça aos direitos civis dos muçulmanos nos EUA, e provavelmente não será a última. A eleição de Trump me horrorizou, mas meu pai disse: "Eles são todos iguais". Eu lhe falei sobre as declarações de Trump contra os muçulmanos, o nacionalismo branco que alimentou sua candidatura. "é só um teatro de bonecos", insistiu meu pai.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos