Exclusivo para assinantes UOL

Opinião: Twitter precisa monitorar os tuítes de Trump para evitar uma guerra acidental

Jennifer Grygiel

  • Josh Haner/The New York Times

    29.set.2015 - Donald Trump navega pelo seu perfil no Twitter em seu escritório no Trump Tower, Nova York

    29.set.2015 - Donald Trump navega pelo seu perfil no Twitter em seu escritório no Trump Tower, Nova York

Quando o presidente Donald Trump fez um controverso anúncio-surpresa a respeito de proibir pessoas transgênero nas forças armadas, ele não realizou uma entrevista coletiva à imprensa, nem emitiu um comunicado. Ele tuitou três vezes, em seu característico estilo confuso e fragmentado no Twitter, em um período de 13 minutos. é verdade que a proibição de transgêneros é claramente algo que precisa ser discutido, e felizmente isso está acontecendo. Mas também precisamos falar sobre moderação no Twitter e a necessidade de evitar que o mundo se envolva em uma aniquilação nuclear.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos