PUBLICIDADE
Topo

Opinião: México tem plano para impedir tragédias como a morte de migrante de 7 anos nos EUA

Familiar mostra, na tela de um celular, foto da garotinha Jakelin Amei Rosmery Caal, morta aos sete anos em um hospital do Texas dois dias depois de ter sido levada por agentes de fronteira norte-americanos no Novo México - Johan Ordonez/AFP
Familiar mostra, na tela de um celular, foto da garotinha Jakelin Amei Rosmery Caal, morta aos sete anos em um hospital do Texas dois dias depois de ter sido levada por agentes de fronteira norte-americanos no Novo México Imagem: Johan Ordonez/AFP
Exclusivo para assinantes UOL

León Krauze

21/12/2018 00h01

Era apenas questão de tempo para que o trágico êxodo do Triângulo Norte da América Central encontrasse um rosto específico para lamentar sua morte. Jakelin Caal, 7 anos, cresceu na minúscula comunidade indígena de San Antonio Secortez, no centro da Gua...