Exclusivo para assinantes UOL

Opinião: A França, sem um conflito, está à deriva

Michel Wieviorka

Em Paris (França)

  • Boris Horvat/AFP

    Homem cola cartazes do candidato da direita, François Fillon, sobre os do candidato socialista, Benoit Hamon, em Marselha, na França

    Homem cola cartazes do candidato da direita, François Fillon, sobre os do candidato socialista, Benoit Hamon, em Marselha, na França

O país agora carece dos dois conflitos que por muito tempo definiram sua política: a Guerra Fria e o movimento dos trabalhadores

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos