Exclusivo para assinantes UOL

Análise: Trump tem obsessão pelo EI, mas Taleban é caso mais urgente

Borhan Osman

Em Cabul (Afeganistão)

  • Reuters

    Policial em um carro militar atira contra insurgentes do taleban na província de Kunduz, no Afeganistão

    Policial em um carro militar atira contra insurgentes do taleban na província de Kunduz, no Afeganistão

Ao longo do último mês, forças americanas e afegãs estiveram engajadas em uma nova ofensiva contra um grupo ligado ao Estado Islâmico baseado na província de Nangarhar, no leste do Afeganistão. O governo Trump lançou o que se gabou de ser a maior bomba não nuclear contra os esconderijos do grupo em 13 de abril. Um líder militante e dois soldados americanos foram mortos nas operações. Um porta-voz militar americano alegou que há "uma chance muito boa" de que o grupo seja erradicado no Afeganistão em 2017.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos